A alienação

A alienação

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Mais uma vez - Forum Social Mundial no RGS.

Um enorme bando de desocupados está reunido mais uma vez no RGS para o FSM, ficam lá uma semana, em 4 cidades, fazendo reunião para "mudar o mundo".

Como esse bando não trabalha, ou quando muito estão atrelados a órgãos do governo, tais como universidades, centros de pesquisa, organizações "culturais" e "humanitárias", etc, e especialmente em ONGs, as despesas de estadia são pagas pelos "salários" que recebem das respectivas ONGs e instituições, e como as ONGs vivem do dinheiro doado pelo governo a elas, quem está pagando a estadia desses parasitas é o dinheiro público, dinheiro dos impostos.
O que o pessoal do FSM gosta mesmo é das baladas que acontecem a noite.


***

Dentre os diversos assuntos temos o "temático" onde se lê no site do mesmo o seguinte:

Crise capitalista, justiça social e ambiental.

Mais uma vez estamos reunidos em Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo para debater e elaborar propostas para um novo mundo.
Nesta edição o Fórum Social é temático e vai concentrar os debates nos temas centrais da conjuntura internacional que são a crise capitalista e justiça social e a justiça ambiental.

O FST 2012 se insere no processo do Fórum Social Mundial, iniciado aqui em 2001, e quer ser novamente um espaço de convergência do pensamento ltermundista. Neste início da segunda década do século XXI, duas questões dominam os debates: a crise do mundo capitalista, no momento
evidenciado no continente europeu e na recessão norte-americana; e as luta dos movimentos e organizações sociais por um desenvolvimento sustentável que preserve o meio ambiente e respeite os direitos dos diferentes grupos sociais, principalmente os mais vulneráveis do mundo.

Como em junho próximo, acontece no Rio de Janeiro a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que marca duas décadas da Eco92, o FST2012 também se insere como momento
preparatório para a Rio+20 dos Povos que será um evento paralelo à conferência oficial e que reunirá lideranças e movimentos dos cinco continentes para pressionar por avanços na defesa dos direitos sociais e ambientais de todos os povos. Passados 20 anos, está claro que nenhuma das promessas feitas pelos governos foi cumprida. É preciso que movimentos e ativistas sociais estejam presentes para marcar nossas posições de desagrado com o modelo de desenvolvimento das economias capitalistas, que gera devastação ao planeta e sofrimento aos povos.

Parte desta mobilização e a discussão e elaboração de propostas alternativas estarão sendo articuladas em dezenas de Grupos Temáticos e de Atividades Autogestionárias em nosso Fórum Social Temático. Nestes cinco dias haverá centenas de atividades, oficinas, palestras,
seminários, conferências e atividades culturais.

A juventude terá seu espaço de destaque no Acampamento Intercontinental da Juventude, teremos o protagonismo das feiras de economia solidária, praças de alimentação orgânica, vegetariana e espaços de convivência e vida alternativa. As quatro cidades receberão representantes de todas as vertentes da sociedade civil organizada. De todo os continentes estarão presentes ativistas que foram protagonistas dos novos movimentos, tais como o Occupy Wall Street, a Primavera Árabe, os indignados da Espanha, as manifestações estudantis chilenas, entre outros. Este Caderno de
Programação que cada participante tem em mãos, contêm um guia praticamente completo de programação do FST 2012. Os movimentos e organizações
sociais brasileiros e internacionais convidam a todos:

É hora de reinventar o mundo!

Os palhaços querem mudar o mundo fazendo palhaçadas.


***

Vamos fazer alguns comentários sobre trechos do texto acima:

"Neste início da segunda década do século XXI, duas questões dominam os debates: a crise do mundo capitalista, no momento
evidenciado no continente europeu e na recessão norte-americana; e as luta dos movimentos e organizações sociais por um desenvolvimento sustentável que preserve o meio ambiente e respeite os direitos dos diferentes grupos sociais, principalmente os mais vulneráveis do mundo".


Temos ai a "bandeira" mundial de todo esse bando de desocupados dominados pela ideologia.
E temos ai as costumeiras mentiras e omissões da verdade.

O EUA não está em recessão, em 2010 o EUA cresceu seu PIB em 4,22% e recuperou as pequenas perdas q havia tido em 2099, e para 2011 as projeções são de crescimento de 2,5%.
E nem que o EUA estivesse em recessão... isso não seria uma crise do capitalismo, seria uma crise do EUA e não do sistema econômico liberal.

A crise na Europa não é do capitalismo, a crise da Europa é de nações endividadas e que não podem pagar a dívida, e as 3 nações que estão nessa condição são Grécia, Espanha e Portugal, nações que foram governadas por socialistas por décadas.


"pensamento ltermundista"
...
"Atividades Autogestionárias"


É interessante ver o palavreado desses malucos.
O que será que o cara que escreveu "pensamento ltermundista " quis dizer ?
Será que ele quis dizer "inter mundos" ?
Ou seja, entre a Terra e Marte, ou Vênus ?

E "atividades autogestionárias" ... o que seria isso em reunião de esquerdistas alienados que não fazem a menor idéia do que vem a ser autogestão ?
Acho que sei o que é... treinamento para comunismo usando uma ferramenta capitalista.
Pessoal descolado, gostam de viver em "comunismo".


"teremos o protagonismo das feiras de economia solidária, praças de alimentação orgânica, vegetariana e espaços de convivência e vida alternativa."
....
"De todo os continentes estarão presentes ativistas que foram protagonistas dos novos movimentos, tais como o Occupy Wall Street, a Primavera Árabe, os indignados da Espanha, as manifestações estudantis chilenas, entre outros."


Temos ai a relação de quais são as "colunas de frente" onde eles estão depositando as suas fichas atualmente.
Nelas se incluem o vegetarianismo, alimentação orgânica, o Occupy Wall Street, a Primavera Árabe, os "indignados" e a "musa" comunista chilena.
Se existisse no mundo um movimento liberal contra estes corruptos seria nestas áreas que o contra-ataque "cultural" deveria ser feito.... mas, não existe, então, eles estão livres para fazerem o que quiserem.

Outra coisa, a mudança no significado do termo "protagonista" vem desses malucos.

E para terminar, uma frase eloquente semelhante a de Marx no final do Manifesto:

"É hora de reinventar o mundo!"


Como sempre, a maldita idéia de "mudar o mundo" continua mais viva que nunca !

Esta idéia assassina já levou a Espanha na década de 1930 a uma guerra sangrenta onde morreram 700,000 pessoas, essa maldita idéia já levou a China comunista a matar milhões de chineses, já levou a Russia a matar milhões de russos, por pouco não levou o mundo a terceira guerra mundial em 1961 na "crise dos mísseis", levou dezenas de países a falência depois de 70 anos de ditadura socialista miserável na URSS e na Europa Oriental... mas, eles continuam como se esse holocausto não tivesse acontecido devido a essa idéia maldita...
Então, enquanto estes doentes mentais não levarem a humanidade ao mais profundo caos eles não vão parar...


***


Quem quiser ver a "programação" do FSM, ela está em:

http://www.fstematico2012.org.br/index.php?link=3

Quem se interessa pelo assunto, quem quer saber COMO FUNCIONA o planejamento do marxismo cultural na prática - deve dar uma olhada nessa "programação"...

É impressionante!



***

Nenhum comentário:

Postar um comentário