A alienação

A alienação

segunda-feira, 11 de junho de 2012

A esmagadora vitória de Gramsci ! A humanidade ficou idiota da forma que ele sonhou que ficasse ! Mas, as legiões alienadas nunca serão comunistas !

Depois de ver o Jornal Nacional de hoje (11/06/2012) eu fiquei convicto de que Gramsci é o maior ideólogo da humanidade em todos os tempos !
Mas, também é o mais infeliz...
Gramsci fez uma ideologia e seus neuróticos seguidores a puseram em prática com uma tenacidade e persistência jamais vista na humanidade, e depois de 70 anos o mundo está submetido, sem saber, como Gramsci queria que acontecesse, aos seus desejos de mudar o "senso comum" da humanidade.
Gramsci conseguiu a "hegemonia", a submissão inconsciente da humanidade aos seus desejos é uma unanimidade, apenas raros seres humanos com grande sensibilidade, conhecimento histórico e inteligência objetiva/lógica não se submetem a ideologia gramsciliana maciçamente instituída em todos os meios de comunicação, em todas as universidades, em tudo que existe no chamado "meio falante"..
Do JN todo acredito que mais de 50% do tempo foi usado em prol da ideologia gramsciliana nos seus mais diferentes aspectos.
Gramsci é um estrondoso sucesso!

A IMAGEM DA ALIENAÇÃO



Você notou algo em comum em todas estas fotos ? Acredito que sim... é bem visível. Essa é a imagem da alienação que tomou conta da humanidade, Gramsci deu o nome de "hegemonia" a este estágio do domínio das mentes pela ideologia.

Mas, infelizmente para ele e muito mais ainda para os "intelectuais" marxistas, a população mundial teve o "senso comum" mudado, porém, tais alienados não serão jamais adeptos do comunismo que eles tanto almejam!
É uma vitória de Pirro.


Mas, depois do JN vim ler rapidamente a Folha Online e me deparo com a "notícia" a seguir:

Conferências prévias à Rio+20 começam com críticas ao consumismo
Efe

As atividades prévias à Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 começaram nesta segunda-feira, 11, com duras críticas ao consumismo, por representar uma ameaça ao equilíbrio ambiental do planeta.
Vários especialistas e acadêmicos assinalaram o consumo desenfreado como um dos maiores perigos para a sustentabilidade, durante o primeiro jornada da TEDxRio+20, realizada no Forte de Copacabana como aperitivo do evento principal.
A conferência da ONU reunirá cerca de uma centena de chefes de Estado ou de governo e delegações de pelo menos 176 países entre os próximos dias 20 e 22 de junho.

A ex-senadora Marina Silva foi uma das conferentes mais enfáticas no discurso contra o consumismo, ao denunciar que a “sede de consumir” e a separação da ética da política conduzem a sociedade a “exterminar o futuro”.
“Estamos sofrendo do mal do excesso, estamos consumindo o planeta. Temos muito pouco tempo e uma vida dedicada ao ter em vez do ser. Estamos à beira de aumentar em dois graus a temperatura e comprometer a vida na terra. Precisamos nos reencontrar”, declarou a ex-ministra do Meio Ambiente.
Marina Silva sustentou que a crise de valores levou a sociedade a “sacrificar” recursos naturais com milhares de anos em virtude do “lucro de umas poucas décadas”.
A ecologista, que foi amplamente aplaudida por centenas de pessoas, pediu aos brasileiros que “exijam dos líderes mundiais que não se omitam a salvar o planeta” durante a Rio+20.
Além disso, especificou que cada indivíduo deve ser ativo para colocar-se na “posição incômoda” de acreditar no desenvolvimento sustentável e de criar condições para transformá-lo em realidade.
Já o presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Hélio Mattar, sustentou que a difusão de práticas consumistas fará com que em poucos anos sejam necessários “quatro planetas” para atender nossas necessidades.
Mattar analisou que o consumo se baseia na necessidade constante por produtos, o que conduz à “insatisfação permanente”, e por isso defendeu a adoção de um modelo baseado na “humanização das relações” e na generosidade.

Criatividade verde, o mesmo do mesmo

Essas tolices são coisas de quem não tem nada de importante para fazer na vida, coisa de vagabundos, enganadores do mundo que passam a vida sem produzir nada e vivendo as custas da sociedade.

A TEDx também serviu de vitrine para iniciativas relacionadas com o desenvolvimento sustentável, especialmente na geração de energia limpa em pequena escala.
A americana Jessica Matthews apresentou uma bola de futebol que gera eletricidade aproveitando a energia cinética produzida em uma partida, que foi desenvolvida por ela e outros três estudantes da Universidade de Harvard.
Um jogo de 30 minutos com a bola chamada “soccket” proporciona três horas de carga elétrica para uma lâmpada LED e outros dispositivos de pouca potência energética.
Enquanto isso, o brasileiro João Lammoglia mostrou uma pequena máscara que gera eletricidade com a energia eólica produzida com a respiração, com a qual se pode alimentar um telefone celular.
A TEDx, que reúne até amanhã 29 conferentes, é a primeira atividade paralela à Rio+20, que começa oficialmente nesta quarta-feira, 13, com as últimas reuniões preparatórias para a cúpula da semana que vem.


Comentário:

No lugar de "consumismo" podemos colocar a palavra "capitalismo" que é o que o bando de vagabundos ali reunidos querem realmente condenar.

Mas, lendo o texto, a gente toma conhecimento do que estes alienados tem na cabeça, na minha opinião eles são loucos, uma bola de futebol que jogada por 30 minutos produz eletricidade para acender um LED (aquelas luzinhas diminutas dos aparelhos eletrônicos) por 3 horas!
Essa maluca veio do EUA aqui para informar esse seu grande feito!

Tais loucos vão tomar as rédeas do mundo a médio prazo...


Todo mundo reunido para salvar o mundo...

No JN foi informado que na praia do Flamengo (se não me engano) diariamente estarão reunidos 30 mil ongueiros de todas as partes do mundo!
Para discutirem a "salvação o planeta".

A pergunta que as pessoas conscientes fazem, acredito eu, é quem afinal está pagando a conta de todos estes milhares de vagabundos que virão para o Rio+20 ?
Viagens, estadias, alimentação, etc... quem paga isso tudo ?
Na verdade, esse bando de vagabundos está fazendo turismo.
Alguém paga, porque esse bando de vagabundos não trabalham, a única coisa que fazem é isso, são ongueiros profissionais, vivem disso.

Por falta de notebooks é que não irão deixar de salvar o mundo!

No mundo atual entre ONGs, ONU, BM, FMI, OMC, etc, etc, etc, existem milhões de pessoas vivendo dessa coisa de "salvar o planeta" e outras coisas mais do mesmo tipo.

Até quando essa ojeriza irá ?
- Acho que por muitos anos ainda ... até levarem a humanidade a falência.



***

Nenhum comentário:

Postar um comentário