A alienação

A alienação

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sobre se o Liberalismo tem culpa pelo surgimento de preconceitos ideológicos, tais como o feminismo, na sociedade humana ocidental ?



Um membro da comunidade do ORKUT "Marx é inquestionável?!" criou o seguinte tópico:

Como o liberalismo destruiu o homem?
"Exceto que os valores conservadores / tradicionais coloca o homem na cabeça da família para recompensá-lo por ser o provedor.
É o liberalismo que comprou o feminismo mais fortemente, e que tem a maior propensão para colocar homens em um cenário perde / perde, onde ele é tanto um marido idiota ou um idiota que não vai comer ninguém!
Portanto o neo liberalismo é em essência não um sistema conservador jamais e sim socialista / comunista."



Eu respondi o seguinte no tópico:

"Tenho a impressão que você não esta falando nem de política nem de economia, você está falando de machismo e/ou feminismo.
O que posso dizer é que se você atribui qualquer coisa de "machismo e/ou feminismo" ao liberalismo você está equivocado, o liberalismo não tem a ver com isso.
Liberalismo já não existe a muito tempo no mundo...

Desde a crise da Bolsa de 1929 o liberalismo foi substituído pelas idéias de Keynes, ou pelo "estado providência", que estão bem distantes do liberalismo.
E foi no período áureo do keynesianismo (segunda metade do século XX) que o marxismo cultural atuou em larga escala na Europa, no EUA e de lá para a América Latina, etc, criando os preconceitos ideológicos, como o feminismo, que hoje em dia corrompem e perturbam a sociedade.

Esse é um fato que precisamos nos conscientizar...
Eu mesmo só tomei consciência disso a pouco tempo.
A Escola de Chicago tentou reverter isso mas só conseguiu em parte no EUA de Reagan e na UK de Thatcher.
A América Latina por exemplo, jamais teve o menor vestígio de liberalismo!"


O criador do tópico respondeu:

"entendo, mas obviamente ha algumas considerações importantes neste intercurso, como o fato de que o libertarianismo não tem nada a ver com esta situação em tese, mas em questões políticas também ha outras situações a considerar"


Em resposta eu escrevi:

"Sem dúvida há!
Nos últimos tempos tenho ficado em dúvida quanto a validade de algumas "liberdades"...
Apesar de que eu sempre fui adepto da frase escrita no Templo de Delphos em Atenas "Conheça-te a ti mesmo. Nada em excesso.".
Ou seja, nada deve ser em excesso, nem as coisas consideradas "boas", uma delas é a "liberdade de expressão", ou outras liberdades semelhantes.

O liberalismo surgiu com o ilusionismo escocês no século XVIII, suas duas maiores obras nos dois campos em que atua foram o liberalismo econômico inglês a partir de 1800 e a Declaração de Independência do EUA em 1776 no âmbito político.
Dando garantia a estas duas surgiu a democracia representativa e o estado de direito - a liberdade e a igualdade perante a lei finalmente existindo na humanidade!
Em tese a democracia não poderia ser criticada, pois era tudo que a humanidade jamais tivera e agora tinha, mas humanos nunca estão contentes, e surgiu o socialismo, o anarquismo, e por fim o maior dos ódios, o marxismo.
Não sei se tais ideologias não tivessem surgido se a democracia representativa (e não necessariamente o liberalismo) teria levado a humanidade a outros rumos.
Mas, com a atuação dessas ideologias a democracia, o estado de direito, e seu legado, as liberdades individuais plenas, em virtude da loucura que domina em muitas mentes humanas, levou grande parte da humanidade a tola, falsa e alienada sociedade atual.
As ideologias usaram as liberdades da democracia para corrompe-la.
As ideologias quando assumem o poder em uma nação, como na URSS, Cuba ou China comunista, eliminam qualquer forma de liberdade individual, mas, quando estão em democracias usam largamente a liberdade de expressão para subverter essa mesma liberdade.

Sobre feminismo que surgiu neste contexto.

O clamor neste assunto é uma das maiores tolices inventadas pelas ideologias.
As mulheres por toda a história humana jamais deixaram de ter influência decisiva nos rumos da história humana!
A começar pela "Eva Africana" (mitocondrial) da qual segundo estudos genéticos o homo sapiens se originou.
Por exemplo na formação do Império Romano, a mãe de Otávio (Augusto), o primeiro imperador, Átia, e a mãe de Brutus, Sevília, tiveram participação decisiva, senão, foram elas que determinaram os rumos da política romana.
Se estudarmos a fundo a história dos acontecimentos no longo reinado de Henrique VIII da Inglaterra, que foi decisivo nos rumos da história da Europa, vamos ver que diversas mulheres atuaram de forma decisiva.
Na revolução francesa a atuação da rainha e de outras mulheres da corte é que tumultuaram os acontecimentos.
E existem milhares e milhares de casos ao longo da história, Napoleão mesmo, mulheres tiveram grande influência sobre ele.
Tivemos também Cleopatra, Joana D'Arte, rainha Vitoria, princesa Isabel, etc, mulheres que muito antes dessa tolice chamada "feminismo" existir já eram donas de seus atos.
As mulheres ao longo da história humana nunca precisaram de feminismo para atuar, precisaram apenas de competência e ação humana.

Opressão de humanos contra humanos não existe apenas do homem para com a mulher, existe na mesma proporção do homem contra homem, do homem contra crianças, de humanos contra humanos.
Já assistimos diversas denuncias de pessoas que filmaram empregadas mulheres oprimindo e judiando de inválidos que elas deveriam cuidar.... portanto, covardia e estupidez não é um "privilégio" de homens, é geral no ser humano.
Hoje mesmo ouvi na TV uma infeliz citando que "X mulheres são assassinadas por dia"... que tolice!
X homens também são assassinados todos os dias!

Mas, em virtude da loucura que domina muitas mentes humanas, as ideologias conseguiram criar mais um preconceito totalmente inútil e que só trouxe mais sofrimento aos humanos - o feminismo.
Os preconceitos ideológicos criados pelas ideologias criaram essas criaturas inúteis que hoje proliferam na sociedade humana.


A conclusão que chego é a de que não poderíamos condenar a democracia liberal por ter implantado a liberdade individual, a liberdade de expressão e os direitos humanos na sociedade ocidental, mas, foi essa mesma liberdade e esses mesmos "direitos" que permitiram as ideologias atuarem livremente para criarem todas as tolices que hoje existem entupindo a sociedade e a transformando em uma sociedade alienada."


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário