A alienação

A alienação

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Ideologia e marxismo - a insensatez de parte da humanidade

Karl Marx foi um homem que apesar de ter vindo de família abastada, ter casado com uma mulher rica, ter estudado na melhor universidade da Alemanha, viveu sua vida na penúria, não trabalhava em emprego fixo, não dava aulas, apenas escrevia esparsos artigos para um jornal, dormia com a roupa do corpo durante o dia no sofá e a noite saia para beber com correligionários comunistas ou ficava escrevendo.

Marx só foi ter uma vida boa quando seu fiel seguidor Engels, que sempre foi rico, vendeu as propriedades que herdou do pai, colocou o dinheiro a juro no banco e passou a fornecer uma mesada anual para Marx.
Marx e Engels que já eram burgueses de nascimento a partir dai passaram a ser os mais perfeitos capitalistas!
Tal fato é a maior comprovação da falsidade do marxismo.


Marx e Engels, o "mestre" e o seguidor fiel.

Mesmo assim Marx sempre foi cínico e sarcástico com Engels (podemos ver isso nas cartas trocadas entre eles), sempre foi rude com a esposa, que em carta para um amigo relatou sua amarga vida, de 6 filhos de Marx 4 morreram ainda crianças decido a penúria em que viviam e 2 filhas se mataram quando adultas...
Marx traiu sua esposa dentro de sua própria casa com a empregada da esposa (que havia sido enviada pela mãe dela), fez um filho nela, ao qual Marx não assumiu e Engels foi obrigado a criar.


Marx e sua esposa Jenny.

Karl Marx por toda vida foi implacável com outros filósofos que não concordavam com ele e os atacava de forma violenta e desleal inventando mentiras sobre eles, antes disso Marx fazia amizade com eles, se inteirava em detalhes de suas teorias e depois se tornava inimigo deles, foi assim com Bauer, Steiner, Feuerbach, Proudhon, Bakunin, Weitling, La Salle e outros, Karl Marx e sua gangue travaram luta contra todas as demais linhas de pensamento socialista e anarquista (em especial contra Bakunin) e as expulsaram da Internacional Socialista, ficando apenas eles no poder, Marx era adepto de expurgos e de punições severas para quem desobedecesse suas ordens (ver o Estatuto da Liga dos Comunistas feito por ele).


Reunião de comunistas na Internacional Socialista. Esta organização subversiva jamais foi representativa dos trabalhadores.

A "teoria da exploração" de Marx que o levou a "mais-valia" foi toda ela baseada na Teoria do Valor-Trabalho de Adam Smith e David Ricardo, que atribui o valor ao trabalho, esta teoria ja foi demonstrada incorreta por grandes economistas, ela não explica porque o pão que é muito útil e tem trabalho incorporado tem valor muito menor que um diamante.
Essa teoria também não explica porque um copo de água vale mais para uma pessoa com sede do que para uma pessoa sem sede.
Portanto, toda a teoria de Marx é baseada em uma teoria incorreta.

Entretanto, por mais absurdo que seja, milhões de pessoas no século XX e ainda hoje tem esse homem como uma bondosa pessoa que queria a igualdade entre os humanos!
Pobres criaturas insensatas essas...
Não sabem nem o que Karl Marx pregou por toda a vida!


Marxistas confabulando para mudarem o mundo.


Seguidores de Marx, marxistas, fazendo a revolução para mudarem o mundo... não conseguiram, mataram milhoes de inocentes e acabaram falindo.

Por toda vida Marx falou em "luta de classes", exatamente assim, no plural - "classes".
Porque Marx jamais pregou a igualdade, Marx pregou a revolução DO PROLETARIADO.
E esta revolução iria implantar a ditadura DO PROLETARIADO.
Todas as demais "classes", como por exemplo os empresários (burguesia ou capitalistas para Marx), clero (religiosos), nobreza, profissionais liberais (a quem Marx chamava de "pequenos burgueses"), pequenos produtores rurais, defensores de direitos humanos (a quem Marx chamava de "socialistas burgueses"), etc, seriam submetidos ao domínio da ditadura DOS PROLETÁRIOS no poder.
Na verdade, seriam OS COMUNISTAS os donos do poder, pois eles seriam os condutores dos proletários, conforme Marx determina no Manifesto Comunista.
E na ditadura do proletariado os comunistas deveriam praticar os "excessos" de vingança e terrorismo contra tais odiosos inimigos.



Marx discursando na IS, o despotismo era sua marca registrada.

Em outros textos no Orkut e em blogues provamos tudo isso que afirmamos acima, tudo isso está escrito por Karl Marx no Manifesto Comunista e na Mensagem a Liga dos Comunistas, e em outros escritos e cartas preservadas até hoje no Marxist Org.

De forma que é plenamente comprovado o crápula que Karl Marx foi por toda a vida.

Entretanto existem milhões de insensatos que em profunda alienação o tem como homem bom.

O que explica tamanho distanciamento da realidade?
Duas coisas explicam essa anomalia:

1. Uma das causas que explicam esse absurdo é o surgimento de uma doença genética que começou a aparecer em parte da humanidade a partir de 1700 de forma mais acentuada na França iluminista com Rosseau (o cara que disse que o homem é bom por natureza e que é a sociedade que o corrompe) e que com o passar dos séculos se alastrou pelo mundo ocidental e encontrou no despeitado ambiente universitário da América Latina um campo fértil para proliferar. Nietzsche comentou em sua obra sobre essa anomalia.


A América Latina de ponta cabeça, símbolo do Foro de São Paulo, a reunião dos "revolucionários" latinos.

2. Marx nunca foi em vida uma pessoa popular devido a sua personalidade sarcástica e despótica, seu principal livro já tinha sido refutado em vida pelos economistas da Escola Austríaca em especial por Eugen Von Böhm-Bawerk que demonstrou cientificamente a nulidade da teoria marxista, e Marx não se arriscou a escrever mais nenhum volume de O Capital em vida, a Internacional Socialista que ele fundou não tinha penetração entre os trabalhadores que se organizavam muito mais em sindicatos, aos quais Marx atacava violentamente pois Marx não admitia a negociação trabalhista, Marx queria a revolução, a abolição da propriedade privada e do sistemas de salários.
Quando de seu falecimento Marx era um desconhecido, no seu enterro estavam presentes apenas 9 pessoas!

O que fez com que Karl Marx saísse do anonimato?
Após o fim da segunda guerra mundial a URSS que já havia anexado vários vizinhos estabeleceu a sua dominação sobre os países da Europa Oriental e precisava de um ícone para sua propaganda doutrinária mundo afora, e passou a editar obras de Marx, por exemplo a Ideologia Alemã que nunca tinha sido editada, foi editada na URSS e milhões de volumes foram distribuídos mundo afora, a URSS pegou as anotações de Marx e transformou em livro que viraram os "manuscritos" econômicos filosóficos, transformou discursos e críticas de Marx em livro e toda essa bibliografia foi editada aos milhões e enviada para o mundo ocidental, isso fez Marx sair do anonimato, fora isso a propaganda revolucionária da URSS era maciça através do rádio e revistas.




Estatuas de Marx erguidas na URSS e na RDA (Alemanha socialista).

Alem da URSS o marxismo cultural iniciado por Lukacs e Gramsci e divulgado no EUA pela escola de Frankfurt, em especial por Marcuse e Adorno, se infiltrou no meio universitário do EUA e a partir de 1960 pelas universidades de todo o mundo ocidental atuando incansavelmente na corrupção dos jovens universitários, que depois de formados se tornaram divulgadores do marxismo nas escolas do primeiro grau, maior produção desse processo são os politicamente corretos que não são marxistas ou socialistas, mas voltam neles sem saber.


A Ideologia Alemã, somente foi editado no século XX pela URSS

Estes dois agentes transformaram Marx de anônimo para popular, e como a maior característica do marxismo cultural é a mentira e a "transformação" de fatos, atribuíram a Marx qualidades que ele nunca teve, como a de sociólogo por exemplo!

Os dois agentes se completaram, os "revolucionários" com atrofia mental encontraram no ódio marxista a ideologia que precisavam para viver e elegeram Marx como um profeta de uma nova religião, o marxismo.

A URSS matou milhões de pessoas em nome do marxismo, a China também matou milhões em nome do marxismo, Pol Pot quase decimou a população do Camboja em nome do marxismo, em todo mundo foram mais de 100 milhões de pessoas mortas por marxistas - dentro de suas próprias nações - para impor o marxismo.

Mais de 50 nações no século XX implantaram o marxismo, foram 2,1 bilhões de pessoas sob o domínio do marxismo, todas sem exceção prenderam e mataram milhões de inocentes e por fim faliram, desmoronaram como a URSS marxista e o Muro de Berlim que construíram, mas, mesmo diante dessa tragédia, o marxismo, por ser cultuado por doentes mentais, continua vivo e atuante e trabalhando incessantemente para corromper e dominar a sociedade.



URSS e China, as duas maiores nações comunistas do século XX, ao todo foram 50 nações socialistas, todas se tornaram ditaduras, prenderam e mataram milhões de pessoas, e por fim faliram.

Para as pessoas lúcidas do mundo isso é triste, mesmo porque elas veem esse enorme absurdo disfarçado de "humanistas", "sociólogos", "historiadores", "filósofos", "transformadores do mundo", "protetores do planeta", "defensores" de minorias, "defensores" de direitos humanos (que jamais praticaram), se propagar sorrateiramente na humanidade como erva daninha, e os lúcidos sabem que essa desgraça irá levar a humanidade a uma sociedade atrofiada e incapaz.

Esta é a insensatez dominante no mundo atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário