A alienação

A alienação

sábado, 27 de abril de 2013

Na Islândia descobriram a fórmula mágica para se ter um imóvel sem precisar ter despesas para construi-lo ou paga-lo quando comprado !


Na TV Cultura de São Paulo, no programa "Jornal da Cultura" do dia 25/04/2013 um dos assuntos foi a falência da Islândia em 2009 e a visita que o professor da USP Vladimir Safatle fez a Islândia e relatou no programa.

Abaixo coloco o link para o vídeo do programa, a conversa sobre a Islândia está no minuto 40:18


As partes mais importantes da conversa são as seguintes.
Uma representante do governo diz o seguinte ao professor:


... foram banqueiros que controlaram o processo político e fizeram os partidos de marionetes.

... os bancos da Islândia tinham dívidas que somavam 10 vezes o PIb do país

... o presidente da Islândia já foi reeleito 3 vezes, ele acha que a crise é política e social, ele diz que austeridade na Espanha e Grécia estão esmagando a vontade do povo e que deveriam fazer como a Islândia e continuar com as políticas sociais. 
O presidente lança críticas aos bancos e diz que "um país que tem um sistema financeiro forte vai mal".

No final o professor da USP Vladimir Safatle que foi na Islândia diz que a Islândia tomou a decisão de que todas as pessoas que tivessem uma dívida que fosse 110% superior ao valor do seu imóvel terão a dívida perdoada, ficariam com o imóvel sem pagar
Ele diz que o governo partiu do princípio que a pessoa não vai conseguir pagar e se recuperar e que isso é ruim para o estado porque o banco tirar a casa do devedor iria tira-lo do mercado.
O professor continua dizendo que a Islândia para resolver o problema foi ao FMI pedir dinheiro emprestado e nas negociações eles afirmaram que não iriam abrir mão do sistema social deles, e como na época o presidente do FMI era o socialista francês Dominique, que foi acusado de estupro no EUA, permitiu o empréstimo do dinheiro para a Islândia sob essas condições.
Por último o professor diz que o primeiro-ministro da época da falência e banqueiros foram julgados culpados e foram presos.



Comentários:

Tudo isso que foi dito não é verdade, essas mentiras são típicas dos "progressistas" que fracasso econômico após fracasso sempre acham um culpado que nunca é a absurda idéia que eles tem na cabeça de que todos são iguais e o estado tem que fazer isso que eles tem na cabeça ser realidade.
A URSS e todas as dezenas de nações socialistas que existiram no século XX também faliram porque sempre usaram essa mesma idéia, porém, os "intelectuais" marxistas atuais culpam os socialistas que durante 70 anos governaram a URSS de "não terem feito certo", de que foi "capitalismo de estado", de que "nunca existiu socialsimo', e jamais culpam ao sistema socialista, ao qual continuam defendendo cegamente apesar do lugar comum do socialismo de sempre levar a nação a falência e a ditadura.
Quando os "intelectuais" marxistas criticam o capitalismo sempre dizem que é o sistema o culpado, nunca as pessoas, mas, quando é o falido sistema socialista eles nunca dizem que é o sistema, dizem sempre que foram as pessoas os culpados pelo socialismo não ter dado certo.
O capitalismo, cujo nome correto é Liberalismo, é feito por seres humanos, e seres humanos erram, estão sempre em crises existenciais de diversos tipos, mas, o capitalismo (liberalismo) sempre se renova, o capitalismo apesar de não ser perfeito foi o único sistema político-econômico que conseguiu produzir sociedades com excelente qualidade de vida e igualdade social, antes do capitalismo em todas as sociedades em qualquer parte do mundo o povo era pobre, servil ou escravo, foi o capitalismo que mudou isso nas nações que tiveram dirigentes competentes para  administrar a nação.
O socialismo existiu por todo o século XX em 50 nações do mundo, em todas o socialismo apenas produziu ditaduras, matança, pobreza e falência.


Antes dos comentários propriamente ditos que vamos fazer vamos destacar o que o atual presidente da Islândia disse... "um país que tem um sistema financeiro forte vai mal" !
Isso é uma coisa ridícula !
Coisa que apenas pode vir da cabeça alienada de "progressistas".
O país dele foi a falência porque a Islândia não tinha bancos fortes, os fracos bancos islandeses precisaram emprestar dinheiro de estrangeiros, e foram a falência porque não conseguiram pagar suas dívidas.
Todos os estadistas e economistas sérios sabem que os países devem ter um sistema financeiro forte para sustentar seu desenvolvimento - capitalizado como poupança interna e não poupança externa como na Islândia.
E esse presidente que diz absurdos como esse já foi reeleito 3 vezes na Islândia!
A Islândia nas mãos de gente como esse presidente vive em ilusão, vive fora da realidade econômica, e seu destino será sempre a falência.


Vamos recordar o que a Islândia era a décadas atrás e o que a Islândia fez para mudar.

A Islândia sempre teve sua economia dependente da pesca e sabemos que a pesca não leva nenhuma nação a ter o melhor IDH do planeta, como foi então que a Islândia conseguiu seu excelente IDH ?

A Islândia abriu seu mercado e incentivou o investimento estrangeiro dentro da Islândia, investidores privados e bancos estrangeiros (em especial bancos ingleses e holandeses) investiram em geração de energia e serviços em tecnologia na Islândia, bancos estrangeiros emprestaram dinheiro para bancos islandeses aplicarem, via "investimentos sociais" do governo, em infra-estrutura e em habitação, coisas que a Islândia não tinha, não existiam casas boas para os islandeses habitarem, essas casas foram construídas com o dinheiro emprestado de bancos estrangeiros para bancos islandeses e os bancos islandeses, com a garantia do governo islandês, financiaram as compras de casas próprias feitas pelos mutuários islandeses.

Com estes investimentos a Islândia desenvolveu a criação de tecnologia e suas exportações de "serviços" aumentou consideravelmente, as exportações da Islândia passaram a ser 40% do PIB, uma situação perigosa que colocava a Islândia a mercê do mercado externo, mas que em sendo o PIB muito superior que a média anterior elevou o padrão de vida (IDH) dos islandeses ao melhor do mundo!

Com a crise financeira de 2008 nos EUA a Islândia foi a maior atingida com a queda das suas exportações e a população ficou sem emprego e não conseguiu mais pagar os financiamentos feitos junto aos bancos, os bancos que também tinham emprestado dinheiro de investidores estrangeiros ficaram com enormes dívidas devido aos juros e multas, tais encargos foram repassados aos mutuários, por isso as dívidas dos mutuários islandeses atingiram 110% do valor do imóvel...

Para resolver essa situação a Islândia, governada por "progressistas", pós a culpa no bancos, mas, foi ao FMI, que nada mais é que um banco, pedir mais dinheiro emprestado.
A Islândia colocou ao FMI a condição de que iriam manter os "investimentos sociais", por que a Islândia fes essa exigência ?
- Fez isso porque pretendia perdoar as dívidas de mutuários que não podiam pagar as casas que compraram...
Mas claro, os bancos estrangeiros iriam exigir o pagamentos do dinheiro emprestado, se a Islândia não pagasse ela seria submetida a sanções na UE, por isso a Islândia foi pedir dinheiro ao FMI, para pagar as dívidas que tinha com a Inglaterra e Holanda.

E com isso a Islândia vai continuar com a sua política do "bem estar" com o estado dando de presente as coisas que as pessoas necessitam para viver...
Vai fazer isso até a próxima "chuva" no mercado externo que vai cair na Islândia como tempestade pois a Islândia ainda tem 40% do seu PIB comprometido com as exportações, sendo que a maioria dos países (Brasil, Argentina, EUA, etc) tem apenas 10% do PIB sendo exportações.

Então, em vista dessa ilusória economia na qual apenas as mentes alienadas dos "progressistas" acreditam, esperemos a próxima crise no comércio internacional para vermos uma nova falência da Islândia.



**
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário