A alienação

A alienação

sábado, 13 de julho de 2013

Por que as "classes intelectualizadas" detestam a polícia e os empresários ?


Artigo na Folha

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/07/1310240-opiniao-surto-social.shtml

O artigo é grande, vou colocar apenas a parte que vou comentar.


12/07/2013 - 18h35
Opinião: Surto social
JUDITH BRITO

....

Ajudou o comportamento inicial equivocadamente repressor das forças policiais, que rapidamente transformou os manifestantes em vítimas.
Nas redes sociais das camadas mais escolarizadas, polícia dificilmente é bem vista (assim como governos, empresários e quem quer que detenha poder).

........

JUDITH BRITO é diretora-superintendente da Empresa Folha da Manhã S.A., que edita a Folha


Comentário

Notem que quem está afirmando isso é a diretora de um dos maiores jornais do país.
Ela tem essa opinião.
Tenho isso como um absurdo, uma estupidez.
Com certeza essa diretora e todos os demais "intelectualizados", quando estão em perigo, quando estão ameaçados, a primeira coisa que fazem é chamar a polícia para salva-los.

São os policiais que arriscam a vida para salvar pessoas... como podem os "intelectualizados" não gostarem deles?!

Os policiais não foram "repressores" como foi dito, eles apenas tentaram impedir que a ordem pública fosse violada, que instituições fossem depredadas, como foram nos dias subsequentes quando a polícia não atuou mais e deixou os "revolucionários" cometerem toda a sua violência contra estabelecimentos públicos e privados, a maior prova disso foi a depredação da ALERJ no Rio, do Itamaraty em Brasília e da Prefeitura de São Paulo.
Os policiais quando dispersaram os manifestantes usaram para isso os mesmos meios que são usados por todas as polícias do mundo civilizado para reprimir bandos violentos.
Por exemplo, o EUA é a mais democrática e livre nação do mundo, onde manifestações são livres para serem feitas, porém, não temos notícia de que manifestantes interromperam o trânsito na Quinta Avenida em Nova York, nem tivemos notícia que manifestantes depredaram a prefeitura de Nova York... eles nem tentam porque a polícia agirá duramente com eles, pois neste caso eles não estão mais se manifestando democraticamente, estarão cometendo um crime contra os demais e contra a nação.
Aqui no Brasil, os "intelectualizados" apoiam a depredação de instituições e a interrupção do trânsito em grandes avenidas... porque não permitem que a polícia possa agir contra eles.

Por que os "intelectualizados" defendem manifestantes violentos e depredadores e não querem que a polícia faça nenhuma ação contra eles?

E a diretora ainda estende a aversão dos "intelectualizados" a empresários!
Mas, que mal fazem a sociedade os empresários?!
Que coisa absurda isso!
São os empresários que fizeram tudo que ela usa no seu jornal!
Se não fosse a ação empreendedora dos empresários ela não existiria como diretora de um jornal, porque não existiriam as máquinas e os computadores que ela usa no seu jornal.

Por que os "intelectualizados" não gostam  de empresários?


Policial e empresário - vítimas do ódio dos intelectualiuzados
Este ódio é a maior estupidez que o progresso econômico originou na alienada "classe intelectualizada" na humanidade atual


A resposta é, não gostam porque são gente que devido a fraqueza mental que possuem tiveram a mente corrompida pela lavagem cerebral aplicada neles em sala de aula da faculdade pelos "intelectuais" marxistas.

Os "intelectuais" marxistas que enfiaram esse ódio contra a polícia e contra empresários na cabeça dos "intelectualizados" tem motivos para isso... pois é a polícia que impede que eles imponham o caos revolucionário na sociedade, e são os empresários os que eles invejam pelo sucesso que a sociedade atribui a eles ao mesmo tempo que a sociedade não dá nenhum valor aos "intelectuais" marxistas e sua ideologia.
Por isso os "intelectuais" odeiam os empresários e a sociedade livre democrática liberal que premia os competentes e não a eles, que nada produzem alem de palavras estúpidas.
Estas são as razões da maledicência contra policiais e empresários.

Mas, os "intelectualizados" não deveriam ter esse ódio contra a polícia e empresários, pois usam os serviços de ambos em todas as coisas que fazem.
O Facebook que eles tanto gostam, só existe porque os empresários criaram a tecnologia e fabricaram os equipamentos para que isso existisse.
Os "intelectualizados" só podem ficar tranquilos em suas casas usando o Facebook porque os policiais estão lá fora nas ruas garantindo essa tranquilidade.


Temos ai um absurdo.
Esse atitude das "classes intelectualizadas" é uma estupidez.

E é essa estupidez que domina em grande parcela da sociedade atual, uma sociedade "intelectualizada" alienada que não percebe que apoia uma ideologia que irá destrui-la se um dia tomar o poder total!


PS. Sem dúvida alguma existem policiais e empresários que cometem crimes, que são corruptos, mas isso não é uma característica da polícia ou de empresas, essa é uma característica do ser humano.
Não existem médicos corruptos?
Existem operarios que roubam coisas na empresa que trabalham?
Não existem advogados associados a bandidos?
Não existem jornalistas corruptos que aceitam dinheiro para promover pessoas?
Não existem pastores evangélicos corruptos?
Não existem padres pedófilos?
Existem.
Em todas as atividades humanas existem humanos que praticam crimes.
Mas, seria sem fundamento algum condenar toda a categoria peloss crimes de alguns dentro dela.
Apenas aqueles movidos por ideologia cometem essa maledicência em nome da "causa".



***




Nenhum comentário:

Postar um comentário