A alienação

A alienação

quinta-feira, 24 de abril de 2014

A redução do debate político em dois grupos - "esquerda" e "direita" ou "liberais" e "conservadores" é o maior exemplo da esmagadora vitória politico-doutrinária do marxismo "cultural" sobre as demais tendências políticas.




Ao ler um dos artigos de Rodrigo Constantino na Revista Veja de hoje eu fiz o comentário abaixo ao qual achei importante divulgar aqui também.

Título e link para o artigo de Rodrigo Constantino:

"Vozes da direita contra o uníssono avassalador da esquerda"

Meu comentário:

O erro absurdo e que demonstra a esmagadora vitória ideológica-doutrinária do marxismo "cultural" sobre todas as demais tendências políticas é o sucesso que conseguiu na atualidade a bipolarização da política em "esquerda" e "direita" ou em "liberais" e "conservadores"!
É espantoso q pessoas inteligentes não percebam essa armadilha cuidadosamente armada pelos "intelectuais" do marxismo "cultural" para reduzir todo o debate político nessa bipolaridade!
Todas as demais tendências políticas foram esquecidas e tudo foi colocado no mesmo saco.

 Por que o marxismo "cultural" quis chegar a isso?
Porque a preocupação dos "intelectuais" é tornar os dogmas do marxismo realidade e a redução da luta política em apenas dois grupos é a redenção do maior dogma do marxismo - a luta de classes!
Além de que, um político ao ser classificado como "de direita" ou pior ainda como sendo "conservador" já está antecipadamente derrotado aos olhos dos jovens!
Qual jovem ficaria ao lado de um "conservador"?

 Os "liberais" jovens se sobrepõem aos velhos "conservadores"

Isso era tudo q o marxismo "cultural" queria!
Essa foi a maior vitória do marxismo "cultural" sobre os demais, que com uma incrível miopia adotaram e usam essa bipolaridade criada contra eles!
É um suicídio político-intelectual, é o "cavalo de Tróia" do nosso tempo. 



***




Nenhum comentário:

Postar um comentário