A alienação

A alienação

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Maioridade penal - mais uma luta entre a lucidez e a loucura ideológica.

Estamos atualmente com um tema "polêmico" no Brasil, diminuir a maioridade penal de 18 anos para 16 anos.
Vamos aqui fazer algumas argumentações a respeito do assunto, antes porém vamos colocar os principais alegações "prós" e "contras":

Prós

1. Menores de idade estão cometendo crimes  cada vez mais graves.

2. As quadrilhas estão usando deliberadamente menores em muitas ações criminosas uma vez que eles não vão presos.

3. Se pessoas com 16 anos podm votar, podem casar, podem também ser responsáveis pelos seus atos.


Aqui temos um caso interessante...
Para poder casar um menor de 18 anos deve ter a autorização dos pais, porém, após essa autorização e o casamento no civil uma pessoa com 15 anos torna-se "de maior" adquirindo todos os direitos de uma pessoa maior de idade!
Essa pessoa passa a ter com a simples autorização para casar a responsabilidade de sustentar uma família e ter filhos, mesmo tendo 15 anos de idade.



Contra

1.  As situação precária do sistema carcerário no país.

2. A sociedade é a culpada por existirem bandidos e não eles próprios, trata-se de educar em vez de punir os jovens infratores.

3. Diminuir a maioridade penal não vai diminuir a violência e a criminalidade.


Tudo isso são coisas secundárias para a população...

Os que são contra a redução da maioridade penal alegam que a medida não vai acabar com a violência.
Mas, quem disse que é essa a intenção?
Essa nunca foi e não é o objetivo de baixar a maioridade penal para 16 anos!

As leis não servem para evitar violência e crimes, as leis servem para tirar de circulação os criminosos.
As leis servem para que criminosos não continuem livres no meio da população cometendo mais crimes.

Quando a comunidade quer a prisão de um bandido pouco importa a comunidade se na prisão esse bandido vai ser "educado", o que a população quer é a prisão desse criminoso e nada mais lhe interessa.
Vejamos a seguinte notícia:

07/04/2015 às 07:07
Jaraguá
População se revolta e tenta linchar menor que matou adolescente grávida
Cerca de 600 pessoas participaram de ato diante do Fórum pedindo justiça contra crime que revoltou a cidade

http://www.jornaldiariodonorte.com.br/detalhes-noticias.php?cod=1582

Fica bem claro pela notícia que a população quer a prisão e a justiça aplicada ao menor de idade pelo crime que ele cometeu.
Alias. isso é uma coisa óbvia e unânime na população.

E este fato deveria encerrar o assunto...
Mas, não encerra, mesmo sendo óbvio, não encerra porque por trás da "proteção dos menores" existe uma ideologia, o marxismo "cultural", que a última coisa que deseja é o bem dos menores de idade, a primeira coisa que deseja é causar o maior caos possível na sociedade, por ele chamada de "sociedade burguesa" e por eles tacada como a culpada de todos os males do mundo.
E quanto mais bandidos soltos no meio dessa sociedade melhor para o marxismo.

E para defender essa sua mentira o marxismo usa inocente úteis, pessoas bem intencionadas que não percebem as reais intenções do marxismo por trás dessa proposta de defender bandidos e acusar a sociedade.

Os "intelectuais" marxistas criaram muitas formas de acusar a sociedade democrática de livre mercado que eles odeiam, pois esta sociedade não lhes dá valor, a sociedade premia aqueles que criam coisas úteis para a sua vida, e não dá valor para os "intelectuais" que produzem apenas palavras e ideologia.
Por isso os "intelectuais" odeiam a democracia.

Foram tais "intelectuais" marxistas que criaram a ideia que é a sociedade, o meio cultural onde a pessoa vive, que é a causa de surgirem bandidos... evidentemente tais "intelectuais" jamais provaram com fatos tais alegações, eles apenas jogam isso nos bancos escolares para seus alunos e vão formando uma "opinião" deturpada da sociedade, fazem isso porque odeiam a sociedade democrática e querem destrui-la.

Mas, é muito fácil refutar essa alegação mentirosa dos "intelectuais" marxistas!

Se fosse a cultura da sociedade a culpada pelo surgimento de bandidos -  em uma comunidade dominada por traficantes e bandidos todos os jovens deveriam ser bandidos!

Mas, não é isso que acontece.

Nessa comunidade existem jovens que se tornam bandidos e outros que se tornam cidadãos decentes e trabalhadores.
Uma prova concreta que a cultura do meio onde uma pessoa vive não influi nas suas decisões de vida, os jovens tem capacidade de discernimento e tem capacidade individual para distinguir entre uma coisa ruim e uma coisa boa, entre uma ação criminosa e uma ação dentro da lei.

Vejamos duas notícias na Folha de S.Paulo para comprovar isso:

De volta dos EUA, ex-barbeiro diz em escolas: 'Estudar fora não é só pra rico'
OLÍVIA FREITAS
DE SÃO PAULO - 08/04/2015

http://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/minhahistoria/2015/04/1612223-de-volta-dos-eua-ex-barbeiro-diz-em-escolas-estudar-fora-nao-e-so-pra-rico.shtml

Moradores de favela, namorados estudam na FGV com bolsa integral
SABINE RIGHETTI
08/04/2015

http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2015/04/1613646-moradores-de-favela-namorados-conseguiram-bolsa-integral-na-fgv.shtml

Mais uma notícia:

A incrível história do garoto da favela que virou músico de orquestra
Conheça a vida de Adriano Chaves, que morava em uma favela de SP e mal conhecia música clássica e hoje toca contrabaixo na Filarmônica de Israel
Por Michel Gawendo
Revista Capricho - 06/2007

http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/atitude/conteudo_238656.shtml


Existem milhares de casos de pessoas que nasceram e viveram em comunidades pobres e em péssimas condições, mas que, com esforço e trabalho saíram dessa condição e se tornaram cidadãos de bem e trabalhadores.

E este fato refuta a alegação dos "intelectuais" marxistas que "é a sociedade a culpada por existirem bandidos", não não é, cada ser humano é livre para escolher como será sua vida.
E mesmo que a pessoa não consiga sair da pobreza ela não precisa se tornar bandido por causa disso!

Em vista disso que foi colocado, me parece, que uma pessoa com 16 anos tem plena condição de avaliar os seus atos e de sofrer as consequências de tais atos, sejam elas boas ou ruins.

Para finalizar vou colocar 3 fotos das muitas que encontramos na Internet e que mostram bem o que uma ideologia corrupta pode fazer para alcançar seus objetivos...






 É em cima de imagens mentirosas desse tipo 
que é colocada a safada propaganda dos defensores de bandidos

Tais fotos são uma covardia para enganar pessoas inocentes, é difícil de acreditar que existam pessoas que acreditem em tais fotos... mas, infelizmente, tais inocentes existem e é em cima deles que os "intelectuais" marxistas atuam para manipular a opinião pública.


TEXTO ESCRITO EM 10/04/2015

A muito tempo tenho conhecimento que os "intelectuais" marxistas e esquerdistas em geral são trapaceiros e que usam de esquemas sujos com a maior cara de pau para justificar seus desejos.

Essa safadeza já vem de Karl Marx que usava dados adulterados para justificar as suas argumentações.
Tudo que um esquerdista usar como estatística ou informação deve ser averiguado pois com certeza não corresponde a verdade.

Eu já pesquisei citações em livros escritos por essa gente, o autor A cita B, que citou C, que citou D, que citou.... nada, apenas criou um "fato" que surgiu do nada, quem não tiver a paciência para seguir a sequencia será enganado.

O mais recente e espetacular caso foi o do francês do "capitalismo do século XXI" cujas "estatísticas" foram adulteradas para servir aos seus argumentos.
Sem esquecer dos "pesquisadores" da ONU, que tiveram seus emails expostos por hacker, que alteraram a fórmula para cálculo do "aquecimento global" para que a temperatura fosse aumentada artificialmente.

No tema da "maioridade penal" eles estão usando muito o argumento de que:

"Apenas 1% dos criminosos tem entre 16 e 16 anos, e, 36% das vítimas são entre 16 e 17 anos."

Pois bem, é mentira.

Em cada 100 assassinatos no Brasil apenas 8 são esclarecidos, os outros 92 criminosos não se sabe quem foi, e entre os 8 identificados 1 tem a idade entre 16 e 17 anos.
Os defensores de bandidos entre 16 e 17 anos, para fazer a porcentagem, em vez de usarem o 1 em relação ao total de 8, o que daria 12,5% dos assassinatos esclarecidos praticados por menores entre 16 e 17 anos, usaram o 1 para 100!  Assim obtiveram o "1%".
12,5% bate com os índices desses criminosos em países desenvolvidos, chega a ser tolice supor que no Brasil esse índice seria 1%!

E agiram da mesma forma safada para as vítimas.

Essas trapaças foram desmascaradas por Leandro Narloch em seu artigo dessa semana na Veja cujo link coloco a seguir.


Mito: “Os adolescentes cometem menos de 1% dos homicídios do Brasil e são 36% das vítimas”

http://veja.abril.com.br/blog/cacador-de-mitos/2015/04/09/mito-os-adolescentes-cometem-menos-de-1-dos-homicidios-do-brasil-e-sao-36-das-vitimas/



***