A alienação

A alienação

sábado, 5 de março de 2016

Qual a origem das "lutas" de "minorias" atuais ?

É Antonio Gramsci (1891-1937)
Gramsci foi o teórico do que está acontecendo na sociedade ocidental na atualidade.

Era italiano e foi presidente do partido comunista italiano.

Gramsci foi preso pelo fascismo em Fevereiro de 1929, na prisão ele começou a tramar a sua conspiração.
Colocou suas reflexões em 32 cadernos, os "Cadernos do Cárcere", ele escreveu até 1935 quando ficou doente.
Depois que a guerra acabou os "Cadernos" tiveram sucessivas publicações e tiveram grande aceitação entre os "intelectuais" socialistas ocidentais, tanto na Europa como na América.


Gramsci não mudou o desejo de Karl Marx que queria destruir o "capitalismo' (democracia liberal) com a "luta de classes" e com a revolução armada.

Para Gramsci essa luta não mais seria uma revolução armada, mas sim uma revolução "cultural" - uma luta ideológica.

Em síntese os "Cadernos" descrevem estratégias "culturais" para mudar, a longo prazo, o senso comum da sociedade ocidental.

Para chegar a esse objetivo as estratégias seriam duas:
- A escola unitária.
- O intelectual orgânico.


Na escola única não existiriam mais a separação entre exatas, biológicas e humanas, nem existiriam matérias específicas, as crianças receberiam todas uma mesma orientação unificada.
Todos seriam filósofos, segundo Gramsci...
Segundo o seu modelo, seis de um período de dez anos seriam dedicados a uma educação que uniria as matérias comuns com as matérias técnicas.

Gramsci não dá valor para o ensino de adultos, ele quer mudar o cerne do ser humano, quer mudar o "senso comum", por isso quer atuar nas crianças, que ainda não tem discernimento para saber que estão sendo doutrinadas e não educadas de forma isenta sem segundas intenções.

Esse trabalho ideológico seria a longo prazo e pretendia chegar a "hegemonia" - a principal meta de Gramsci.

A "hegemonia" precede a tomada do poder pelo partido comunista a quem Gramsci chamava de "príncipe", a "hegemonia" é uma total dominação psicológica da sociedade, de forma que ela esteja pronta quando da tomada do poder pelo "príncipe" comunista, e o aceite de forma singela.


HEGEMONIA
Humanos agindo de acordo com um padrão.

Desta fantástica escola surgiria - o "intelectual orgânico", um sujeito que tanto pode ser um trabalhador braçal como pode ser um escritor, um jornalista ou um ator (uma pretensão comunista, todos fariam de tudo).
Gramsci achava que era mais coerente todos pensarem de forma igual sem que existissem gênios na humanidade.
Neste contexto, os "intelectuais orgânicos" são os professores primários, cineastas, jornalistas, educadores, professores da área de humanas, assistentes sociais, pedagogos, membros de instituições mundiais, membros de organizações não governamentais (ONGs), etc, que serão os doutrinadores incumbidos da indução infantil no dia a dia.
A "revolução cultural" seria feita pelas mãos deles atuando incansavelmente dia após dia.

Eis ai o plano marxista de subversão moral e intelectual da sociedade ocidental !
Essa louca concepção ignora a evolução, ignora que cada ser humano tem uma personalidade diferente, e o principal, ignora que cada ser humano tem vontades e habilidades diferentes.
O "homem socialista" é a negação da existência humana como tal, rebaixa os seres humanos ao nível social dos insetos.

Gramsci é o mentor de todos os "intelectuais" socialistas da área de humanas, e eles são maioria quase absoluta nas universidades do ocidente, e eles a 70 anos aplicam a doutrina de Gramsci nas escolas do ocidente.

Como tudo que vem da cabeça alienada de socialistas, depois de 70 anos de doutrinação nas escolas, a coisa não saiu como deveria, os robôs idênticos "intelectual orgânico" não surgiram.
Em seu lugar surgiram os politicamente corretos, os chamados "progressistas", que dentro do EUA são chamados de "liberais".
São eles que elegem socialistas por toda Europa e América, e que por fim, elegeram um grupo "progressista" para governar o EUA, do qual Obama é só um ícone.

E como tudo que socialistas fazem, desde já mais de 200 anos, vai dar errado o que eles pretendem fazer no mundo ... como por exemplo fomentar as "primavera árabe" ou "revolução colorida", o que eles vão fazer é destruir a sociedade ocidental.

Todo ser humano consciente que vive no ocidente deveria, ao menos, se preocupar em averiguar isso, pois disso depende o futuro de seus filhos e netos.


 ***




Nenhum comentário:

Postar um comentário