A alienação

A alienação

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

O tesouro espanhol mandado para a URSS socialista

Todo o tesouro espanhol mandado para a Rússia de Stalin !



Como a guerra civil espanhola se encaminhava para sua fase final os republicanos esquerdistas nomearam um ministro da fazenda com o nome de Dr. Juan Negrin que de início cometeu o maior erro de todos os erros possíveis.


Juan Negrin

Temendo que os lingotes de ouro e tesouros acumulados por séculos pelo Império Espanhol caíssem nas mãos dos nacionalistas ele decidiu enviar os tesouros para a Rússia!

Stalin recebeu o ouro como um presente!
O espião soviético Alexander Orlov relatou em um livro esse episódio em detalhes.

O envio dos tesouros da Espanha para a Rússia foi determinado por decreto assinado pelo presidente Manuel Azaña e pelo ministro da fazenda Juan Negrí.
O ouro estava escondido em Cartagena em guarnições da marinha, continha mais de 10.000 caixas, ao todo eram mais de 650 mil quilos de ouro e prata!

Para transportar essa riqueza Stalin enviou quatro navios cargueiros russos, a mercadoria toda foi levada para o porto russo de Odessa e de lá para Moscou.
Stalin ficou exultante e deu uma grande festa para comemorar o seu feito jamais igualado na história humana em grau de imbecilidade do enganado!


***






domingo, 27 de outubro de 2019

Por que os países da América Latina são esquerdistas ?


Porque são países que não deram certo.

Na América todos os países foram colônias, mas, EUA e Canadá, apesar de terem sido colônias, se tornaram nações desenvolvidas e ricas, enquanto as nações da América Latina não se desenvolveram e ficaram prisioneiras da corrupção e do atraso.

Outras nações que foram colônias como a Austrália e Nova Zelândia também se desenvolveram e se tornaram nações ricas.

Os países pobres e atrasados da América Latina desenvolveram ressentimento contra essas nações, principalmente contra o EUA, e também desenvolveram ressentimento contra a Inglaterra e outros países europeus, o único país que os latinos gostam é a França, porque a França também é uma nação ressentida que fez guerras contra outras nações, principalmente Alemanha e Inglaterra, e perdeu todas, na segunda guerra mundial a França foi invadida e ocupada pela Alemanha e teve que ser salva pela Inglaterra, isso foi uma humilhação que jamais será esquecida, por isso, França e latinos estão no mesmo barco dos ressentidos.

Argentina foi um dos 
países mais ricos do mundo!
No início do século 20, a Argentina era um dos países mais ricos do mundo, com grande produção de matérias-primas. No entanto, após a década de 1930, o país não conseguiu acompanhar o desenvolvimento dos países mais ricos e enfrentou um declínio progressivo na sua qualidade de vida, associado a instabilidade política.Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/grafico/2019/03/27/Quais-as-maiores-economias-do-mundo-de-1900-at%C3%A9-hoje

A causa dessa derrocada da Argentina foi o peronismo, que neste mês voltou ao poder na Argentina! Juan Peron e sua esposa Isabelita levaram a Argentina de quinto pais mais rico do mundo para o que é hoje


Peron e Isabelita

O ressentimento no coração das pessoas, trás a inveja e o ódio, que são as fraquezas humanas usadas pela esquerda para arregimentar simpatizantes, desde Karl Marx, o ressentido maior, a esquerda explora a raiva e a inveja das pessoas contra os bem sucedidos e contra os ricos para arregimentar militantes nas suas fileiras, e eles são muitos, a maior parte da humanidade, mesmo em nações desenvolvidas!
Nações como Portugal, Espanha, Grécia, nações estas que não estão na linha de frente das nações desenvolvidas, tem maioria esquerdista.

Desta forma, parceiras do atraso esquerdista, o futuro das nações da América Latina é triste e sem nenhuma perspectiva de melhora, permanecerão por séculos na corrupção e atraso.

O Brasil na atualidade tem a chance de sair desse poço imundo, mas, não vai ser nada fácil!


***







sexta-feira, 25 de outubro de 2019

O que é uma "narrativa" ?

A palavra "narrativa" se refere a uma exposição de fatos, uma narração, um conto ou uma história.

Porém, essa palavra, de uns anos para cá, passou a representar uma ação política.

Na verdade, a esquerda já usava desse expediente a muito tempo, a décadas.
Eu lembro de um caso da época do ORKUT onde li um texto, escrito por um esquerdista em um livro, que eu achei sem fundamento, mas, o texto tinha fontes, como eu continuava a achar sem fundamento fui pesquisar a fonte, achei a fonte e procurei o texto em referência, lá estava ele, e, citava outra fonte para validá-lo, como não desisto facilmente fui atrás dessa outra fonte também, achei, era um livro escrito por outro esquerdista, só que neste livro não existiam fontes!
Ou seja, eles criaram toda uma narrativa assentada em um texto sem fundamento, mas que, pouquíssimas pessoas se dão ao trabalho de ir pesquisar as fontes citadas para ver se são verdadeiras, ou seja, criam uma verdade a partir de algo duvidoso.

O caso da "narrativa" atual consiste em "criar um fato", ou, "criar uma opinião sobre algo", a partir de pequenas informações lançadas ao ar aqui e ali sobre um tema qualquer, em geral sobre uma pessoa, ou grupo de pessoas.

Um repórter dá uma pequena notícia sobre o assunto A, em seguida um blogueiro "repercute" aquela notícia, que passa a ser comentada em um programa de TV, por um comentarista de jornal, e vira notícia novamente já em outro patamar, em seguida repórteres passam a indagar sobre o assunto A a diferentes pessoas com a intenção de criar polêmica tanto na mídia falada e escrita como na Internet e redes sociais, se der certo a estrategia o assunto se torna conhecido na Internet e se torna de conhecimento público.

Se esse for o caso os autores do processo atingiram totalmente seu objetivo!

O problema dessa "narrativa" é que na maioria dos casos ela não é totalmente verdadeira, e muitas vezes é uma mentira total, mas, vira verdade e milhões de pessoas acreditam nela!

Um dos exemplos mais eloquentes desse processo é o "aquecimento global", uma história que começou a ser contada a anos atrás e atualmente é verdade absoluta, mas, se baseia em fatos não comprováveis pela ciência e que não tem consenso no meio científico.
Mas que, devido a apelação emotiva de "destruição da natureza" e até mesmo do planeta, causa medo na maioria das pessoas.

Uma "narrativa" recente foi a "Amazônia em chamas".
Criaram uma série de "fatos" tanto dentro do Brasil como fora do Brasil que geraram críticas ferozes contra o Brasil no Ocidente inteiro!

Girafas na Amazônia!

Mas, se formos ver os gráficos estatísticos do Inpe vamos verificar que os pontos de incêndio na Amazônia no mês de Agosto de 2019 estão muito abaixo dos de anos anteriores!
Por exemplo em 2010 os pontos de incêndio foram 4 vezes maiores neste mês!

Mas, os autores dessa "narrativa" obtiveram sucesso na sua maledicência política.

Essa técnica, que dá resultados, porque as pessoas hoje em dia não se dão ao trabalho de irem verificar os fatos reais, está sendo largamente utilizada para denegrir pessoas e instituições.

Precisamos ter muito cuidado porque os autores dessas narrativas são experientes e possuem técnica apurada na sua formulação.
Em geral o início da narrativa começa com algo que todos aceitam, algo bom consensualmente, e a partir dele a "narrativa" se forma para atingir seus reais objetivos.


***




















domingo, 22 de setembro de 2019

Coisas que todos deviam saber sobre "mudanças climáticas"


As Eras Glaciais atuam decisivamente no clima do planeta Terra.

Ciclo de Milankovitch


Esse ciclo é a causa das eras glaciais que acontecem a cada 100 mil anos.
O planeta Terra existe a 4,5 bilhões e  já existiram dezenas desses ciclos, pode-se comprovar isso através de pesquisas geológicas que identificam camadas no solo formadas em diferentes épocas.


https://www.youtube.com/watch?v=pyJtm4uZrWI&feature=youtu.be

http://www.fap.if.usp.br/~hbarbosa/uploads/Teaching/FisMeioAmb2016/Apres_Fismamb05_Milankovitch_JulioPriscilla.pdf


Glaciações

Durante as eras glaciais o planeta fica gelado por 80 mil anos e esquenta por 20 mil anos, a última era do gelo terminou a 12 mil anos, portanto, na atualidade, o planeta está no período quente e continuará assim por mais 8 ml anos, depois, o planeta será novamente coberto por gelo em regiões próximas aos polos, apenas as regiões próximas do Equador não são tomadas pelo gelo.
A 12 mil anos atrás as geleiras que cobriam grande parte da Europa e demais regiões, começaram a derreter e os oceanos subiram alguns metros invadindo grandes regiões litorâneas do Mediterrâneo, em especial no norte da África e Oriente Médio, habitadas por humanos.
Muitos europeus atuais, sabem disso, sabem que daqui a 8 mil anos terão que imigrar para terras mais quentes.


http://www.avph.com.br/glaciacao.php


Calotas polares derretendo.

Os meios de comunicação gostam de mostrar as geleiras "derretendo" para comprovar o "aquecimento global", vamos colocar um vídeo mostrando isso:

Gelo desmoronando

https://www.youtube.com/watch?v=hC3VTgIPoGU

Reparem que o gelo não está derretendo, não vemos água pingando, o que vemos é um enorme desmoronamento!
Não vemos um lento degelo por causa de calor na atmosfera!

Alias, é bom lembrar, que mesmo no verão no Ártico, a temperatura não vai além de -20 graus negativos, e todos sabemos que nessa temperatura o gelo não derrete!

Então, por que acontece isso?
Porque ciclicamente em determinadas épocas correntes marítimas quentes passam por baixo das geleiras do Ártico e afetam a base das geleiras fazendo buracos embaixo delas, por isso elas desmoronam.  Essa é a causa e não o "aquecimento global".
Em outra parte do ciclo elas vão se refazer novamente.




A seguir mostramos uma animação que mostra o aumento e a diminuição das geleiras no Ártico anualmente, é um link do Facebook.

Calota polar Ártico diminuindo e aumentando todos os anos

https://www.facebook.com/quebrandootabu/videos/1330576143665436/


The Great Global Warming Swindle

Filme documentário

https://www.youtube.com/watch?v=oYhCQv5tNsQ

O filme mostra que o consenso acerca das alterações climáticas é o produto de:uma atividade de milhões de dólares, criada e financiada por setores anti-industriais, apoiada por histórias assustadoras de cientistas à procura de fundos e difundida por políticos cúmplices, onde a ONU é o pivô, e pelos meios de comunicação.
É mostrado que os dados da concentração de dióxido de carbono na atmosfera desde 1940 apresentam um aumento contínuo, mas durante este período, a temperatura global decresceu até 1975!


O filme mostra que os aumentos nos níveis de CO2 aconteceram depois dos acréscimos de temperatura durante o fim das eras glaciais.

Isto é uma informação científica comprovada.

Conjunto global de testemunhos paleoclimáticos (azul), mostrados no gráfico como desvios da temperatura média do início do Holoceno (11,5 a 6,5 mil anos atrás); uma série histórica de temperatura composta de núcleos de gelo Antárticos (vermelho), e a concentração atmosférica de CO2 (pontos amarelos). Estão indicados os períodos do Holoceno, o Dryas recente (YD), BøllingAllerød (BA), Dryas antigo (OD) e o Último Máximo Glacial (LGM). Margens de incerteza de 1-sigma; ppmv = partes por milhão em volume.

Fonte: Skepitical Science
 https://skepticalscience.com/translation.php?a=7&l=10

A análise dos gelos da estação Vostok mostram a relação entre as temperaturas e os níveis de CO2 nos últimos 650000 anos. 
Os níveis de dióxido de carbono (CO2) aumentam ou diminuem em resultado de as temperaturas aumentarem ou diminuírem e não o contrário, porque quando o clima global arrefece, os oceanos absorvem dióxido de carbono e, quando o clima aquece, os oceanos liberam dióxido de carbono.


Efeito estufa

Postulado. 
A emissão de gás carbônico (CO2) na atmosfera cria uma camada de gases (como se fosse o vidro de uma estufa) na atmosfera que faz com que os raios infra vermelhos refletidos pela superfície do planeta, em função do calor gerado pelos raios solares, e que iriam para o espaço, sejam retidos e com isso aquecem o ar e aumentam o calor na atmosfera terrestre.

Refutação:

A atmosfera não funciona como uma estufa, não existe efeito estufa em atmosferas livres, só existe em estufas, que são ambientes fechados, as chamadas "caixinhas de vidro".
Na atmosfera existem os ventos que modificam toda essa estrutura.
O CO2 não forma uma "camada" na atmosfera (como se fosse o vidro de uma estufa) porque o CO2 não é um corpo negro que absorve todo o infravermelho.
Na região da atmosfera onde o CO2 se localiza não existem as temperaturas onde o CO2 tem máxima absorção (-80ºC)!
O calor na atmosfera é gerado pelos raios solares ao atingirem o solo, quando acontece isso o solo se aquece e provoca transmissão de calor para a atmosfera, isso acontece durante o dia, o ar quente tem a tendência de subir e o ar frio de descer, essa inversão ocorre a noite, de madrugada, e o calor se dissipa na interação com o ar frio, no dia seguinte esse processo se repete.
Esse processo é mantido na troposfera pela pressão atmosférica, e não pelo CO2.



O Texto abaixo é de autoria do Professor Ricardo Felício enviado a mim por email em resposta a uma pergunta minha a ele.

"Há uma confusão generalizada do que é o suposto efeito-estufa.
Timoty Oke explica que as pessoas confundem um suposto efeito-estufa com o efeito da casa de vidro.
Vamos lá. Na casa de vidro, tanto entra radiação solar, quanto sai radiação infravermelha (de 97 a 100%, dependendo da qualidade do vidro). O que não sai é o ar aquecido pela superfície da casinha, o qual ficará preso no teto. Durante a noite, tanto o exterior, quanto o interior da casinha de vidro vão resfriar, mas o agricultor tem a vantagem que o ar quente está preso dentro da casa, na parte próxima do teto. Daí ele liga os ventiladores para misturar o ar que esfria rápido perto da superfície, com o ar quente que está preso na parte de cima, salvando as plantas de uma possível geada.
No planeta Terra isto não ocorre. 

Ar quente sempre sobe, ar frio desce e o resfriamento noturno vai acontecer (perde na velocidade da luz). O CO2 não retém nada porque mesmo que interceptasse alguma coisa, já emitiria para o espaço (velocidade da luz). Para piorar, sua máxima eficiência é em -80ºC, não conseguindo fazer absolutamente nada nas demais frequências a não ser passar qualquer energia para as outras moléculas majoritárias N2 e O2. O Vapor d'água, junto das nuvens que são gotas e gelo, é um eficiente retardador de perda radioativa e nem assim vai aquecer qualquer coisa, só retardar a perda. Por isto que a troposfera predomina os processos convectivos (massa transportando energia) e não radioativos.
Conclusão:
O CO2 não bloqueia a passagem para o espaço dos raios infravermelhos emitidos pela superfície terrestre devido a ele não funcionar como corpo negro nas frequências emitidas pela superfície.
Mesmo quando isto ocorreu, nos dois períodos glaciais intensos, onde as concentrações de CO2 eram dez vezes maiores que as atuais, o CO2 não conseguiu reter absolutamente nada.
Qualquer coisa que ele absorva é repassada para os demais gases majoritários na troposfera, não alterando absolutamente em nada na temperatura, tendo em vista que os processos da dinâmica atmosférica superam qualquer que seja seu efeito radioativo."



Camada de Ozônio (CO3)

Postulado.
O Clorofluorcarboneto (CF6) danifica a camada de Ozônio, localizada na estratosfera, através de reações químicas e causam um "buraco" nessa camada, em especial nos polos.
Estes gases são usados em refrigeração e em inseticidas.


Refutação: 
A mais de 100 anos cientistas já sabiam que a camada de ozônio varia bastante.
Na verdade não é uma "camada", é uma região da estratosfera onde se forma ozônio devido ao choque de raios solares (luz) com moléculas de Nitrogênio (N2) e de Oxigeno (O2), na verdade são esses gases que bloqueiam grande parte dos raios cósmicos e formam ozônio (que é bastante instável e tem baixa meia vida).
Como nos polos bate menos luz solar, nos polos existe menos ozônio, por isso os "buracos" estão nos polos.
Nos anos 50 foi verificado que na Antártida existe uma grande variação da camada de ozônio.
Todas essas descobertas foram feitas antes de começarem a usar o CF6.
Os buracos na camada de ozônio nos polos são de origem natural e são cíclicos, os buracos abrem e fecham.
E por último, para encerrar o assunto, o CF6 é um gas pesado, o CF6 não consegue subir até a extratosfera para reagir com o ozônio.

Quem controla o clima do planeta em primeiro lugar é o Sol, em segundo os raios cósmicos, terceiro os oceanos, quarto os vulcões e quinto a presença de água na atmosfera.


Palestras

Abaixo relacionamos palestras e entrevistas de cientistas e pesquisadores (ver currículos no final do texto).
Todos deveriam saber o que eles tem a dizer.


Professor Luis Carlos Molion


https://www.youtube.com/watch?v=CMecSb3dDnY


Professor Ricardo Felício

https://www.youtube.com/watch?v=-MweRC4CV6Qhttps://www.mma.gov.br/informma/item/195-efeito-estufa-e-aquecimento-global


Patrick Moore  ex presidente do Green Pwace

https://www.youtube.com/watch?v=UFHX526NPbEhttps://www.youtube.com/watch?v=fA5sGtj7QKQ


GERALDO LUIS LINO

https://www.youtube.com/watch?v=uun3rwH6Lvg&list=PLwrVgwqD2uQchkeYec6tZ4dlYWX571zlI


Richard Jakubaszko

Co2 aquecimento: estão nos enganando?

https://www.youtube.com/watch?v=S4rW5d9UlI0&feature=youtu.be


"Mudanças climáticas"

As teses sobre mudanças climáticas, aquecimento global, camada de ozônio, etc, não são ciência, para ser ciência deve existir consenso do fato no meio científico, mas, não existe consenso científico sobre o "aquecimento global".

Muitos cientistas contestam cientificamente o aquecimento global e demonstram que é uma grande farsa com a única finalidade de dominação global e lucro.

Já existe um fundo no Acordo de Paris onde estão depositados trilhões de dólares!
É o Green Climate Fund , abaixo o link para o balanço desse fundo referente ao ano de 2017:

https://www.greenclimate.fund/documents/20182/1087995/GCF_B.20_02_-_Audited_financial_statements_of_the_Green_Climate_Fund_for_the_year_ended_31_December_2017.pdf/89dd3b0c-ca79-9128-0de6-669730755c45

Onde é usado tanto dinheiro?
Para acabar com a fome no mundo é que não é!
A maioria desse dinheiro é usado por instituições e ONGs que trabalham para "salvar o planeta".
Lembramos que ONGs são sem fins lucrativos, mas, os que nelas trabalham não, estes tem fins lucrativos, alias, para eles, a ONG é o meio de vida.


Currículos

Professor Molion

Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo, PhD em Meteorologia pela University of Wisconsin, Madison, pós-doutorado em Hidrologia de Florestas pelo Institute of Hydrology, fellow em universodade de Berlin, Alemanha.
Pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, diretor da área de ciências espaciais e atmosféricas em 1985 e diretor associado em 1986, ano em que coordenou um projeto de pesquisa sobre a Amazônia em parceria com cientistas da NASA.
Foi diretor da Fundação para Estudos Avançados no Trópico Úmido em Manaus, professor palestrante convidado da Western Michigan University e delegado do Brasil na 15ª reunião da Comissão de Climatologia da Organização  Meteorológica Mundial em 2010.
É Professor Associado da Universidade Federal de Alagoas.

Professor Ricardo Augusto Felicio

Graduado em Ciências Atmosféricas na área de Meteorologia pela Universidade de São Paulo, mestre em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, doutorado em Geografia, na área de Geografia física pela Universidade de São Paulo, professor Doutor da Universidade de São Paulo.

Geraldo Luís Lino

É Geólogo, Diretor do Movimento de Solidariedade Ibero-Americana, ex-consultor ambiental e autor do livro A Fraude do Aquecimento Global

Richard Jakubaszko

Jornalista, publicitário, escritor e blogueiro, especialista em comunicação no agronegócio.
Escreveu mais de um milhar de artigos publicados em revistas e jornais e na internet.
É autor de três livros: como “Marketing Rural - Como se comunicar com o homem que fala com Deus”, “Marketing da Terra” e “Meu filho, um dia tudo isso será teu”.
Autor do livro “CO2: aquecimento e mudanças climáticas: estão nos enganando?”, sobre a falsa questão do aquecimento e das mudanças climáticas, Existem dezenas de outros.



***

domingo, 8 de setembro de 2019

Se a humanidade toda se tornasse homossesual o ser humano seria extinto no planeta ?


Antes de mais nada gostaria de afirmar que nada tenho contra homossexuais, eles que vivam da forma que quiserem, a mim não afeta em nada, se for necessário eu converso com eles numa boa com respeito.
Apenas, me reservo o direito pessoal de me manter distante de toda a parafernália e divulgação, inclusive e principalmente para crianças, desse assunto. 

Me reservo o direito de não aceitar a imposição disso para a sociedade.
Deveriam viver as próprias vidas sem gritar ao mundo sua homossexualidade.

Não vale a alegação que sofrem preconceito, varias categorias de humanos sofrem preconceitos, gordos, magros, feios, ricos, aleijados, pobres, deficientes, derrotados, políticos, etc, também sofrem preconceito, cada um deve saber lidar com isso sem transformar isso em uma "causa" mundial.
Além disso, a Constituição já decreta que todos são iguais perante a lei.

Vamos ao tema do artigo.

Se todas as mulheres do mundo se tornarem homossexuais e só fizessem sexo com outras mulheres e todos os homens só fizessem sexo com outros homens, ou seja, todos os humanos se tornassem homossexuais, é óbvio que a espécie humana seria extinta porque não nasceriam mais bebês!

Todos os humanos serem homossexuais seria uma anomalia trágica para a espécie humana.

Por que essa ideia me veio na cabeça ?

Por causa do repúdio crescente, a partir do fim da segunda guerra mundial, de intelectuais, imprensa, artistas, gente da área de humanas em geral, ao antigo conceito de que homossexualidade era uma doença, que não era uma coisa normal ou correta.

A "luta" contra esse conceito se tornou ideológica, depois da queda do Muro de Berlim e da falência da URSS socialista, essa "luta" passou a fazer parte da ideologia esquerdista.

Foi ai que pensando sobre o assunto racionalmente cheguei a conclusão que a homossexualidade, pode até não ser uma doença, mas, não é algo normal para os indivíduos humano, pelo simples fato de que se todos os humanos forem homossexuais a humanidade seria extinta!

Obs. Que ninguém venha me dizer para definir o que é "normal", por favor.

Claro, nada contra a homossexualidade porque felizmente, nem todos os humanos serão homossexuais, haverão sempre aqueles que serão héteros.

Então,  não venham me dizer que homossexualidade é algo normal!

Eu aceito as ditas "diferenças', mas não que é normal, não é, como provei acima.


Eu aceito por exemplo que humanos, por livre escolha, vivam nas ruas, mas, para mim isso não é normal.
Ou como já fizeram alguns famosos, se trancarem em suas mansões e não falarem mais com ninguém, tudo bem, só que não é normal.

Um comportamento, que se todos os humanos o adotassem, levaria a humanidade a extinsão, não pode ser normal.

Normal é o sexo entre uma mulher e um homem com a finalidade de dar prazer e gerar bebês.



***


Ser homossexual não é errado,
errado é querer  que todos 
sejam também.


***

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Para onde vai a esquerda ?


A esquerda moderna, a que surgiu depois
da segunda guerra mundial, tinha como norte a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), também a China Comunista de Mao, e posteriormente amava Cuba, eram poucos os que destoavam disso.

O marxismo, a revolução, a ditadura do proletariado eram seus lemas.

O que existia na URSS, China Comunista e Cuba?

Existia a ditadura do proletariado marxista-leninista.
A URSS despejou milhões de livros de Marx, praticamente de graça, no Ocidente, e também enviou milhares de agentes socialistas para incrementar a "revolução".


Uma das maiores "obras" da URSS foi a Espanha republicana dominada por socialistas e anarquistas, o que levou a carnificina da guerra civil espanhola onde morreram 700 mil pessoas.
Tentaram fazer a mesma coisa na África e na América Latina, Brasil incluso.
 

Ao todo 50 nações adotaram o socialismo no século XX.

Mas, o socialismo por ser uma mentira marxista, por prometer que com ele se chegaria ao paraíso comunista, não poderia dar certo por ter sua premissa principal baseada em uma ilusão que nem Marx, seu "mestre", nunca definiu como seria, o comunismo.

Depois de quase 70 anos de "lutas" o socialismo faliu!

Depois da queda do Muro de Berlim e da derrocada da URSS, o barco da esquerda ficou a deriva... sem rumo.

Mas, socialistas e esquerdistas em geral, movidos por algo muito forte, o ódio invejoso contra os empreendedores bem sucedidos, jamais desistem!

Pensaram, o que a gente defendia faliu, o que vamos fazer?
- Mudamos a nossa bandeira de "lutas".

E foi assim que a esquerda mundial passou a ter novas bandeiras, e quais são elas ?

São: 

o meio ambiente; 
o feminismo; 
a ideologia de gênero;
e o racismo.

Não foi a esquerda que os inventou, mas, foi ela que os adotou!

Tais temas caíram como uma luva na esquerda!
Com eles eles podiam continuar a pregar a imagem de "boas intenções" e principalmente, fazer a cabeça dos inocentes úteis.

Para fazer a cabeça dos inocentes usaram a doutrinação em sala de aula para crianças e adolescentes, e aos poucos dominaram toda a área de humanas.

Dai para frente jornalistas, geógrafos, historiadores, sociólogos, área de humanas em geral, se tornaram militantes da esquerda - sem terem consciência disso!
A doutrinação em sala de aula é uma lavagem cerebral que leva a alienação, as pessoas não tem consciência do que fazem.

São como hipnotizados seguindo as ordens do hipnotizador.

É por isso que na atualidade no Brasil se vê grandes jornais defendendo corruptos e usando com a maior naturalidade o produto de roubo praticado por bandidos, e grandes redes de TV apoiando esquerdistas e se colocando contra quem quer acabar com a corrupção no Brasil.

É uma aberração, uma barbárie, mas, é o que está ai com muita força, e as pessoas de bem terão que enfrentar essa calamidade.





***

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Guernica de Picasso - você vê algum avião bombadeiro na pintura ?

Guernica, o famoso quadro de Picasso, segundo dizem, foi para lembrar o bombardeio da cidade por aviões alemães.

Mas .... você vê algum avião bombardeiro na pintura ?


Porque eu vejo um touro, um cavalo, e um toureiro. 





Vejamos.

Guernica, uma das pinturas mais famosas do século XX, foi originalmente pintada por causa da morte do toureiro Joselito, ocorrida em maio de 1920.

Era 1937, os comunistas espanhóis, que governavam a Espanha e haviam instalado uma "república" socialista na Espanha, encomendaram uma pintura a Picasso para ser exposta na exposição daquele ano em Paris.

Picasso estava extremamente atrasado, a ponto de ter um prazo de 15 dias para entregar o trabalho. 

Por esse motivo o pintor pegou uma gravura que retratava a morte de um toureiro que ele admirava, chamada "Lament na morte do toureiro Joselito", que havia ocorrido muito antes do bombardeio de Guernica e a entregou aos comunistas espanhóis e assim completando seu trabalho.

Depois da mostra os comunistas espanhóis inventaram que a pintura havia sido feita em homenagem ao bombardeio de Guernica e mudaram o nome da pintura, mesmo não existindo nenhuma referência ao bombardeio na pintura... . mesmo assim, ela ficou famosa e multidões pensam que ela realmente foi feita em função do bombardeio!

Quanto ao bombardeio em Guernica, esse realmente aconteceu, porém, foi contra fábricas de armas que existiam nessa cidade.

Essa estória, na qual milhões de pessoas acreditam, é só mais uma das muitas mentiras marxistas que viraram verdade em um Ocidente idiotizado.


Na verdade, eu acrescentaria... isso é uma coisa feita por loucos para loucos.

Fontes:
 https://www.google.com/search?biw=1018&bih=595&ei=1x4tXYXcJ9HB5OUPl5yV6AE&q=GUERNICA+de+Picasso+%22Lamento+en+muerte+del+torero+Joselito%22&oq=GUERNICA+de+Picasso+%22Lamento+en+muerte+del+torero+Joselito%22&gs_l=psy-ab.3...3340.10191..10463...0.0..0.127.349.0j3......0....1j2..gws-wiz.......0i71.Jcrkpy6iBug


Outras leituras sobre o assunto:

http://www.oponney.pt/internacional/guernica-de-picasso/





GUERNICA, de Picasso

Autor:  Pedro Dias (Vogal Emérito da Academia Portuguesa de História)

O dito quadro, apelidado "Guernica", foi apresentado pelo próprio Pablo Picasso e por Max Aub, que era subcomissário da exposição "Exposition Internationale des Arts et Techniques", em Paris, no dia 4 de Maio de 1937, na inauguração do Pavilhão de Espanha. Esta data pode ser verificada nos jornais da época, como no Le Monde.
A obra converteu-se num símbolo publicitário do Governo Republicano e comunista espanhol, durante o resto da Guerra Civil, e era apresentado como tendo sido pintado como resposta ao bombardeamento à vila basca de Guernica. Mas se tivermos em conta as datas, logo se conclui que tudo isso é uma mistificação. O bombardeamento de Guernica ocorreu na tarde de 26 de Abril de 1937, e o quadro foi apresentado uma semana depois do acontecimento; lembremos que tem 3,5 metros de altura por 7.77 metros de largura. O próprio Picasso disse na ocasião – e também foi publicado nos jornais do tempo -- que tinha demorado 60 dias a executar o trabalho. Uma conclusão é clara: o quadro não representa o bombardeamento de Guernica, e foi começado, a ser verdade o que Picasso disse, dois meses antes dos aviões terem lançado as bombas.

Recordemos que, em Janeiro de 1937, Max Aub, que era ao tempo adido cultural da Embaixada de Espanha em Paris, encomendou a Picasso, por ordem do Governo Republicano, transmitida ao embaixador Luís Araquistáin, um mural para ser exposto no Pavilhão de Espanha da dita exposição, contra o pagamento de 150.000 francos. Em vez de um mural, Picasso entregou este quadro, que é óleo sobre tela. Mas não se vislumbra é qualquer alusão directa aos acontecimentos que se deram em Guernica: aviões, casas destruídas, guerra ou bombardeamentos, antes a touros e touradas sangrentas.
O quadro que Picasso entregou estava em adiantada fase de execução, e chamava-se realmente "Lamento en la muerte del torero Joselito", evocando a memória do toureiro Joselito (José Gómez Ortega), morto na arena de Talavera de la Reina a 16 de Maio de 1920, e daí todas as cenas com touros e festa brava que os críticos de serviço interpretaram à vontade de Estaline e dos “vermelhos” que destruíam a Espanha. O baptismo da obra e toda a propaganda à sua volta foi uma operação política, que certamente agradou ao comunista Pablo Picasso, que foi duas vezes "Prémio Lenine da Paz", e às centrais de propaganda do regime soviético que ele tão devotamente serviu, e ainda hoje serve, pelos vistos.


Sobre Joselito
 https://www.britannica.com/biography/Joselito
 



 ***