A alienação

A alienação

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Sobre o “bloqueio" aplicado pelo EUA a Cuba

As causas do "bloqueio" são duas:

1. Fidel Castro e Guevara confiscaram terras e empresas pertencentes a estrangeiros sem nenhum reembolso, simplesmente ocuparam fazendas e fábricas produtivas.
O EUA considera isso um roubo, e devido a isso não compra produtos fabricados em Cuba por serem eles produzidos nestes meios de produção roubados.

2. Cuba em 1961 permitiu que a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) instalasse – secretamente – mísseis nucleares na ilha ... a intenção era instalar os mísseis secretamente, sem o EUA saber, e quando os mísseis estivessem instalados a URSS iria disparar um ataque surpresa contra o EUA, os mísseis nucleares em menos de 5 minutos estariam caindo sobre as cidades americanas não dando chances ao EUA de detectar o ataque e se defender ... seria um ataque covarde de surpresa que iria destruir o EUA.
Essa era a intenção de Castro e Guevara, destruir o EUA com um ataque nuclear de surpresa, matar milhões de americanos e destruir a industria norte-americana.
Plataformas de lançamento de mísseis atômicos sendo construídas pela URSS em Cuba, 1961.

Navios russos levando mísseis nucleares para Cuba em 1961
Os norte-americanos apenas fizeram um bloqueio a Cuba em 1961 para impedir que os russos desembarcassem em Cuba os mísseis nucleares.
O presidente do EUA, John F. Kennedy disse aos comunistas russos - Daqui vocês não passam.
E não passaram, e tiveram que desmontar as bases de lançamento e levarem de volta para a Rússia.
Resolvida essa questão o EUA JAMAIS em momento algum aplicou bloqueio a ilha cubano, a única coisa que o EUA fez dai para frente foi não comprar produtos cubanos.


É uma coisa suja, digna do marxismo sujo, vir agora reclamar por não comercializar com uma nação que Cuba queria (e ainda quer) destruir !

Cuba, em sendo socialista, deveria ter vergonha na cara de não precisar de uma nação capitalista para se manter.
Se Cuba pretendia destruir o EUA, se Cuba tivesse atingido seu macabro intento, o EUA não existiria mais para comerciar com Cuba, pois depois de um ataque nuclear de surpresa não existiria mais a nação americana e a URSS socialista teria tomado posse do planeta.
Então, essa desculpa do “bloqueio” é só mais um ato sujo e covarde digno do marxismo.
Se o EUA e o capitalismo são esse monstro mau que a maledicência marxista apregoa por que então Cuba para ter progresso e não ser a nação miserável que é precisa de uma nação capitalista ?


Nações amigas fazem comércio, nações inimigas não fazem.

Inimigos mortais não comercializam amigavelmente, cada um vive de acordo com as suas capacidades e competências.
Os socialistas cubanos deveriam ter vergonha na cara de não acusar um país que não é socialista de não comerciar com ele, afinal para o socialismo, o capitalismo é o pior dos males ... por que então um país socialista precisa comerciar com um país capitalista para sobreviver ?

Os socialistas cubanos deveriam ter vergonha na cara de não virem agora dar uma de “pobrezinhos” injustiçados ... se quando estavam ao lado da URSS em 1961, batiam no peito se dizendo valentes guerreiros... e vociferando ofensas contra o EUA.

Entretanto, o EUA é um dos maiores exportadores para Cuba !

O EUA exportou mais para Cuba do que o Brasil em 2007.
4,3% das importações de Cuba vieram do EUA em 2007, enquanto 4,2% vem do Brasil !

A proibição ("bloqueio") do EUA para com Cuba é quanto a importação de Cuba.
Cuba confiscou terras e empresas de norte-americanos e passou a usá-las sem pagar aos antigos proprietários ... o EUA não aceita isso, e proibiu a importação de produtos cubanos devido a isso.
Desta forma, o “bloqueio” se resume a não importação de produtos cubanos pelo EUA.

Alem disso, o EUA é a nação do mundo que mais envia ajuda humanitária para Cuba.
O EUA envia mais ajuda para Cuba do que toda a América Latina e Europa juntos !
O EUA ajuda Cuba em todas as catástrofes climáticas como furacões.


Cuba sempre teve total liberdade para fazer comércio com as demais nações do mundo.

Cuba é membro da OMC (Organização Mundial do Comércio) desde 1995 e pode importar e exportar para centenas de países do mundo.
No século passado Cuba podia exportar e importar dos 50 países que eram socialistas, comerciava com todos os países latinos e da África.
Apenas alguns países da Europa, devido aos crimes contra direitos humanos cometidos em Cuba (e não devido ao “bloqueio”), não tinham relações com Cuba.

Dados sobre os principais parceiros comerciais de Cuba:

Imports - partners
Venezuela 35.2% (petróleo),
China 11.7%,
Spain 8.5%,
Brazil 4.6%,
Canada 4.2%,
US 4.1% (2010)

Exports - partners
China 25.5%,
Canada 23.3%,
Venezuela 10%,
Spain 5.6% (2010)

Nos links a seguir temos a informação do comércio entre Cuba e EUA desde 2001:

http://www.indexmundi.com/trade/exports/?country=cu

http://www.indexmundi.com/trade/imports/?country=cu


Jamais existiu um “bloqueio” contra Cuba.

O que acontece é que Cuba continua igual ao que era antes da "revolução", não mudou nada, piorou, antes tinha turismo que gerava riqueza, com o socialismo isso terminou, Cuba continua tendo o tabaco, o açúcar e o níquel como únicos produtos de exportação.
Cuba apesar de estar em uma região rica em petróleo nunca teve competência para produzir petróleo.
Por 40 anos Cuba viveu as custas da ajuda da URSS que lhe enviava petróleo e comida a preços módicos, em troca de açúcar.
Nem agricultura para alimentar seu povo Cuba tem capacidade de ter !

Depois da falência da URSS, Cuba também entrou em processo de falência ... mas, surgiu um outro benfeitor, Chavez, que em troca de Cuba aceitar Chavez como um “líder” socialista latino, manda para Cuba petróleo a um preço simbólico.
Cuba é uma refém de Chavez, come e bebe na mão de Chavez.
E Cuba (Castro), como sempre fez, continua a falar mal do EUA.

Castro não sabe fazer seu país sair da pobreza, a 50 anos está lá mandando e Cuba não sai do lugar, mas, ofender o EUA ele sabe, agora fazendo dueto com Chavez.
Cuba é pobre porque os cubanos socialistas pouco produzem lá dentro de Cuba, e essa é uma característica de todos os países socialistas.
Não é porque o EUA não compra de Cuba que ela é pobre, ela é pobre porque é socialista, um sistema onde o lugar comum é a incapacidade de produzir comida e mercadorias.


A não existência de propriedade privada no socialismo não elimina o egoísmo e o desejo de poder nos humanos, pelo contrário, o aumenta.

A inata ganância humana, quando em um sistema socialista, não deixa de existir nos indivíduos, um bebê socialista de 2 anos vai continuar a empurrar outro bebê socialista para se apossar do brinquedo dele !

Como no socialismo a propriedade privada não existe, a ganância humana se potencializa em ganância por poder.
A “intelligenzia” marxista, os supra sumos da sabedoria humana, arrogam para si o direito e o poder de conduzir os demais.
E dentre eles sempre surge um chefe, o ditador socialista.


Em Cuba não tem propriedade privada... mas Castro sempre teve as suas propriedades privadas! Os cubanos em geral moram em casas miseráveis, mas Castro não, ele sempre morou em boas casas.

Um exemplo é Fidel Castro (e seu irmão Raul), a mais de 50 anos no poder, ele aboliu a propriedade privada em Cuba, mas, as suas propriedades privadas Castro jamais deixou de ter !
Fidel Castro sempre gostou de mulheres, teve várias mulheres.
Sempre gostou de luxo, teve várias casas luxuosas em Cuba.
Para ele o dinheiro era desnecessário ... ele tinha o poder nas mãos, e com ele obtinha o que quisesse e saciava a sua ganância sem limites.
E todo o bando que vive ao redor de Castro também usufruiu disso.


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário