A alienação

A alienação

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Na Europa existem algumas nações onde grande parte do povo já nascem socialistas, são "revolucionários". Dentre elas a Espanha e a França são líderes. na cabeça deles o estado deve ser "provedor" e dar a todos o que todos "tem direito".



"CRISE NA EUROPA"
 

Notícia na Folha de S.Paulo

14/04/2013 - 20h00
Com crise, espanhóis e imigrantes invadem imóveis vazios na Espanha
MARÍA MARTÍN
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

O "TV Folha" mostra que há, atualmente, cerca de 3 milhões de casas vazias na Espanha. Milhares de pessoas, entre elas centenas de brasileiros, têm invadido esses imóveis atrás de um teto em um país que conta hoje com seis milhões de desempregados.
A pressão de pessoas que perderam suas casas na crise e a onda de invasões de imóveis já provocaram mudanças na lei de hipotecas do país.


Link para o vídeo da Folha.

http://mais.uol.com.br/view/e0qbgxid79uv/com-crise-espanhois-e-imigrantes-invadem-imoveis-vazios-0402CC9A336CC0A14326?types=A&


Comentário:

A mente revolucionária, os que querem "transformar o mundo" ou "mudar o mundo" (em vez de quererem mudar a vida deles próprios), já existe desde Platão e a sua utópica "República", até Santo Agostinho imaginou uma "cidade perfeita", essa idéia ficou latente por toda a idade média e renasceu na França, no início do século XVIII, com Rousseau, que com sua frase emblemática de que "os homens nascem bons a sociedade é que os corrompe" foi o embrião do socialismo que apareceu na Europa nos séculos XVIII-XIX e que no século XX foi a causa de centenas de revoluções sangrentas por todo o mundo em nome da bela frase de que os homens nascem bons...

A mais sangrenta de todas essas revoluções foi a guerra civil espanhola na década de 1930, nela os socialistas e anarquistas tomaram o poder e passaram a governar a Espanha, logo começaram a matança de religiosos e fazendeiros e as expropriações de propriedades privadas, como a Espanha tinha uma parte de sua população católica, diante da violência os católicos, chamados na época de "nacionalistas" e posteriormente de "fascistas" pelos "revolucionários", reagiram e começou a guerra civil que matou mais de 700 mil pessoas.

 Guerra civil espanhola - comunistas desfilando

Cartaz com propaganda comunista durante a guerra civil espanhola, esse tipo de propaganda foi divulgada por toda a Europa, milhares de jovens comunistas foram para a Espanha para lutar pela "causa"


"revolucionários" espanhóis durante a guerra civil atirando em estatua

Porém, apesar dos "revolucionários" terem perdido a guerra, os socialistas espanhóis jamais desistiram...

A bandeira espanhola tem o vermelho como cor predominante, a seleção de futebol espanhola tem como cor principal no uniforme o vermelho, alguém pode dizer que o vermelho é por causa das touradas, mas não é, o vermelho das touradas já está mostrado na capa que o toureiro usa.
No vídeo da Folha, reparem na cor do volumoso cachecol da repórter espanhola ... vermelho.


A cor da Espanha - vermelho

A cor do socialismo-comunismo-marxismo


Na França, que mais uma vez acaba de eleger um socialista como presidente, também existiram diversas tentativas de revoluções e de tomada de poder pelos comunistas no século XIX, a mais conhecida é a "comuna de Paris".

A Espanha foi a falência porque o povo espanhol, nas décadas recentes, elegeu os socialistas para governarem a Espanha, e eles, como é sabido pelos lúcidos, não sabem como gerir uma economia, eles pensam que o estado deve "dar" a todos "segundo suas necessidades', segundo "seus direitos", porém a outra parte, que é o - todos devem trabalhar e serem competentes para produzirem o que necessitam... eles desconhecem por completo, por isso a Espanha faliu.

A Espanha quis "dar" a seu povo um padrão de vida igual ao da Alemanha, Inglaterra, Suíça, Holanda, Dinamarca... só que a Espanha nunca teve a competência produtiva destas nações, o povo alemão tem excelente qualidade de vida não porque o estado alemão lhes dá isso... eles tem porque o povo alemão produz um enorme PIB e assim pode ter todas as mercadorias que necessita sem precisar que o estado lhes dê.

A Espanha não tinha competência para produzir um PIB que satisfizesse suas necessidades de consumo, mas, mesmo assim quis ter consumo, para resolver isso o governo espanhol emprestou dinheiro das demais nações européias, acabava emprestava de novo, até que chegou uma hora que teve que pagar, ai não tinha dinheiro, faliu.

A URSS socialista também foi assim... foi, foi, capengando, até que depois de 70 anos de opressão e muitos assassinados praticados pelos socialistas contra os "dissidentes", a URSS faliu.
E assim foi em todas as demais nações q adotaram o socialismo.
Grécia e Portugal também eram governados por socialistas, adotaram os mesmo princípios e também faliram.

As casas que haviam sido construídas na Espanha com dinheiro emprestado e "vendidas" a compradores que não tinham competências para paga-las, estão vazias.
Com isso o que fazem os "revolucionários" espanhóis ?
Invadem e tomam posse como se tivessem direito de fazer isso.
Não tem esse direito, mas, com certeza, como o mundo atual está povoado de politicamente corretos "defensores dos oprimidos" os invasores vão conseguir muito apoio na midia.

E assim segue a Espanha na sua vocação "revolucionária" que na base - já desde Karl Marx - tem como fundamento tomar posse de propriedades que não lhes pertencem, ou seja, roubar a propriedade pricada alheia.

Em termos práticos o socialismo é exatamente isso - roubar a propriedade privada daqueles que tiveram competência para construi-la, passa-la para as mãos do corrupto estado socialista, e este, vai então "dar" a todos os que não tem competência para construir o que necessitam para viver.
Como sabemos, este é um sistema falido, a longo prazo ficam até mesmo sem os gêneros de primeira necessidade, ficam sem comida, uma vez que os que produzem deixam de produzir e o estado, que nada produz, vai a falência.

É essa miserável concepção que foi implantada na humanidade atual pelos "intelectuais" marxistas - a ralé da humanidade - e que cada vez mais toma conta de milhões de mentes alienadas mundo afora.


***

2 comentários:

  1. E o que é triste é ver que tambem uns brasileiros miseraveis estao a invadir esses imoveis. Sera' que nao se dao conta que estao a cometer um roubo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, entre os estrangeiros existem brasileiros.
      Acredito q saibam q estão tomando posse de alçgo q não lhes pertence.
      Os brasileiros, como todos os demais, esperam q a mentalidade "progressista" protetora dos "oprimidos" vigente por toda sociedade ocidental os proteja e eles possam ficar com algo q roubaram.

      Excluir