A alienação

A alienação

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Os indivíduos humanos são iguais e todos eles devem ter as mesmas coisas ?




São diferentes ou são iguais ?
Obs. Não estamos perguntanmdo se um é melhor que o outro, estão perguntando se são iguais ou diferentes.


Encontrei o artigo que coloco a seguir, é um artigo muito bom, mas o melhor, são os dois comentários feitos a respeito do artigo !
Os dois comentários mostram os dois tipos de mentes que existem no mundo atual.
Totalmente opostos !

O que podemos notar neles ?
Podemos notar que tanto no artigo como no comentário favorável a ele existe uma argumentação lógica, baseada em raciocínio dedutivo, e no contrário, não existe nada, apenas o dogma ideológico de que "somos iguais"...
E nada demove essa pessoa de sua crença.
Nenhuma argumentação, nada, o artigo fala de coisas reais, concatena ideias, expõe fatos, nada disso foi considerado pela pessoa, ela simplesmente repete a sua crença.

É algo muito forte isso.
Mais forte até que a crença em deus.
O marxismo usa isso.
Toda a luta das pessoas lúcidas da humanidade se resume em encontrar uma forma de lutar contra essa crença.
E devemos lutar, pq os que utilizam essa crença querem destruir a sociedade existente e transformar a humanidade em seres forçadamente iguais conduzidos por um grupo de "virtuosos intelectuais".


Igualdade social: um valor a ser questionado
Autor: Prof. Dr. Ático Vilas-Boas da Mota
Escritor. Historiador. Folclorista.

Evidentemente estamos diante de um conceito muito relativo, ou melhor, restritivo, pois se refere, neste caso, apenas à igualdade social, com todas as suas implicações jurídicas e sociais.
Na natureza é impossível pensar-se na igualdade universal porque tudo nela se apóia na diferenciação, o que implica, portanto, na manifesta desigualdade.
O homem um ser essencialmente político e, por conseguinte, social e concriador, pode sonhar com a igualdade social como sublime exercício do otimismo, porque ele é detentor do livre arbítrio, podendo, portanto aspirar ao melhor, mesmo que as suas idéias estejam apoiadas em sedutoras utopias.
Aliás, o conceito de igualdade social, no Ocidente, vem de muito longe, tendo atingido o seu apogeu nos dias turbulentos da Revolução Francesa (1789-1799) com a insistente divulgação do “slogan”: Liberté, Fraternité, Egalité.
Não nos esqueçamos de que pelo menos no que se refere à Fraternidade jamais este ideal foi posto em prática durante aquela sangrenta revolução.
De lá para cá, as comunidades humanas têm pretendido pôr na ordem do dia o último referente deste trinômio, isto é, a Igualdade, embora com escassos resultados, pois a igualdade social só se alcança com o indispensável aperfeiçoamento global da sociedade – em sentido horizontal e vertical – e tal objetivo só se consegue por estas duas vias: a revolução ou a evolução.
As diversas experiências revolucionárias em nosso Planeta têm realizado muito pouco neste sentido.
Quanto à evolução, ela não depende de nossa vontade – e só se consegue com o lento passar do tempo – e será dificilmente avaliada porque, segundo a opinião de alguns estudiosos espiritualistas, “determinadas idéias e propósitos para serem postos em prática necessitam geralmente de séculos ou até mesmo de um milênio”.
Contudo, devemos insistir para que se obtenha o advento de tão nobre ideal!

Fonte:
http://www.nosrevista.com.br/2009/02/04/igualdade-social-um-valor-a-ser-questionado/

Comentário por g.
que interessante, alguém fora dos meios anárquicos contestando a igualdade social.
sim, não somos iguais. nem os iguais são iguais. não podemos querer o mesmo para todos. temos, sim, é que RESPEITAR as diferenças e não beneficiar minorias, quaisquer minorias.
gostei!
parabéns.

Comentário por M.
Somos todos iguais, e devemos deixar nosso egoísmo de lado, pois podemos e devemos querer o mesmo para todos. Temos que entender que não há diferenças. O lema da Revolução Francesa foi um sucesso. Lamento que determinadas pessoas se dêem ao luxo de perder seu tempo tentando questionar algo que e inquestionável.
Lamento deparar-me com este tipo de artigo na internet. Procure fazer alguma que preste para a sociedade.


Revolução Francesa - uma das maiores demonstrações de irracionalidade e ódio.


Dizer que a Revolução Francesa criou o lema da Liberdade, Igualdade e Fraternidade é ou por desconhecimento dos fatos históricos, ou por desonestidade ideológica.
A Revolução Francesa copiou tais coisas da Declaração de Independência Americana que havia acontecido 13 anos antes (1776).

Foi na Declaração de Independência Americana, que instituiu - a primeira democracia moderna - que surgiu a ideia de "direitos humanos".
Na Declaração de Independência Americana foram estipulados os direitos de "igualdade", "liberdade", "felicidade" (fraternidade) e "direito a vida".

A Revolução Francesa, ao contrario da americana, foi sangrenta em sua matança, e nada teve de fraternidade, nem de liberdade, pois prendeu e decepou a cabeça de muitos inocentes, todos os líderes da revolução francesa foram guilhotinados ou assassinados.

A revolução francesa não teve continuidade, não foi instituída na França uma democracia livre, logo em seguida a ela veio o imperador Napoleão e depois dele continuou a realeza absolutista governando a França até 1870.
Ou seja, na França só foi implantada uma democracia com liberdade 94 anos depois da implantação da democracia no EUA !
E com relação a Inglaterra onde não mais existia monarquia absolutista desde 1707, a França esteve atrasada 173 anos !

A Revolução Francesa foi sim uma das maiores demonstrações da estupidez humano, e só mesmo marxistas, por desonestidade, para tê-la como exemplo.


Revolução francesa = matança irracional

Marxistas na verdade não enaltecem a França por causa de uma suposta liberdade... a enaltecem pq a França é o berço do socialismo na Europa, é onde a aberração denominada "intelectual socialista" surgiu e continua até hj a dominar a sociedade francesa.


Texto inicial da Declaração de Independência Americana:

IN CONGRESS, JULY 4, 1776
The unanimous Declaration of the thirteen united States of America


When in the Course of human events it becomes necessary for one people to dissolve the political bands which have connected them with another and to assume among the powers of the earth, the separate and equal station to which the Laws of Nature and of Nature's God entitle them, a decent respect to the opinions of mankind requires that they should declare the causes which impel them to the separation.


Direito a vida - LIBERDADE - Felicidade
Igualdade perante a lei

We hold these truths to be self-evident, that all men are created equal, that they are endowed by their Creator with certain unalienable Rights, that among these are Life, Liberty and the pursuit of Happiness.
That to secure these rights, Governments are instituted among Men, deriving their just powers from the consent of the governed.

......


Os humanos são iguais ?


Não, claro que não !
Isso é ruim ?
Não, claro que não !
Isso é ótimo, foi devido a isso que a espécie humana conseguiu evoluir através da seleção natural dos melhores indivíduos.

Se os humanos fossem iguais a sociedade humana seria igual a das formigas, estas sim, insetos que são, são todas iguais.
Se os humanos fossem iguais os jogos de futebol terminariam todos empatados, não teriam existido o Pelé, o Garrincha, o Zico, o Romário, os Ronaldos, e o Santos de 2010 com seus "meninos" goleadores não existiriam !


DIVERSIDADE


Diante dos FATOS EVIDENTES dessas diferenças entre humanos não tem sentido lógico supor que os humanos são iguais.

Os humanos são diferentes, tem personalidades diferentes, não nascem todos de ovos postos por uma rainha como as formigas, nascem de uma fecundação única de um óvulo por um espermatozoide, e por isso tem um código genético (DNA) único.

Não existem humanos com a mesma impressão digital, com a mesma Íris, com o mesmo cheiro, com a mesma fisionomia, por isso os humanos são diferentes em tudo.
E principalmente são diferentes nas suas habilidades, e devido a essa diferença para "fazer as coisas" é que humanos criam diferentes condições econômicas para si.

Essa verdade não quer dizer que os menos hábeis devam ser espezinhados.

Os humanos criaram a instituição "estado" para justamente estabelecer critérios políticos, econômicos e civis iguais para todos.
Como em um jogo de futebol a regra deve ser igual para todos, e que vença o melhor.
E o melhor vencer não quer dizer que o time derrotado deva ser desmerecido e espezinhado.

O Estado Democrático de Direito foi instituído nas sociedades humanas desenvolvidas para que todos tenham os mesmos direitos e os mesmos deveres.
Mas isto não torna todos os humanos iguais !
O que é impossível.

O Neymar atacante do Santos está submetido as mesmas leis de todos os demais, só que, devido a sua habilidade diferenciada ele conseguirá maior sucesso na sua atividade profissional.



E assim é em todas as atividades humanas, até entre barbeiros, padeiros, marceneiros, etc, existem diferenças que tornam uns melhores que outros, e com isso tragam aos melhores maior sucesso financeiro.

Mas isso no Estado de Direito Democrático, nas democracias liberais, JAMAIS quis dizer que os menos hábeis devem morrer de fome.

As nações devem estabelecer formas de desenvolvimento, criar empregos, para que todos, menos hábeis e mais hábeis, possam trabalhar em diferentes profissões e terem suas necessidades satisfeitas em todos os aspectos.
As nações devem criar mecanismos, tais como auxílio desemprego, para amenizar situações momentâneas.
Só que, em uma sociedade desenvolvida ninguém saudável pode continuar vivendo eternamente da ajuda do governo, todos devem trabalhar e se sustentar a si próprios e a seus dependentes.

Tentar acabar com as diferenças entre humanos é um grave erro, o que devemos é respeitar as diferenças, pois são as diferenças que fazem a humanidade evoluir.

A espécie humana evoluiu produzindo DNAs diferentes, que por seleção natural preservou os melhores indivíduos e eliminou os piores ao longo de milhares de anos, e desta forma conseguiu fazer a espécie evoluir e sair da irracionalidade.
Essa é a lei da sobrevivência na natureza, os melhores sobrevivem.
E aqueles que quiserem mudar essa característica fundamental da natureza estão fadados ao fracasso.

Nas nações liberais onde existe a liberdade política e econômica individual a sociedade conseguiu criar grande igualdade social.
Nas nações socialistas onde as liberdades individuais foram suprimidas a sociedade estagnou, tornaram-se opressivas e definharam até chegarem a níveis baixíssimos de qualidade de vida e por fim faliram.


As duas Coreias, exemplo da liberdade e do progresso da democracia liberal (Coreia do Sul, esquerda) e da opressão e pobreza socialista (Coreia do Norte, direita).




Darwin, evolução pela seleção natural.

A tempos venho tentando encontrar uma forma científica de refutar a crença do "somos todos iguais".

É claro que a forma prática, as evidências empíricas, já refutam essa crença ideológica, terem existido um Descartes, um Picasso, um Pelé, um Einstein, um Nietzsche, já são fatos suficientes para provar que os humanos não são iguais.

É claro que sabendo que os humanos tem DNAs diferentes, impressões digitais diferentes, fisionomias diferentes, gostos diferentes, força física diferentes, habilidades diferentes, sabendo que os alunos de uma mesma classe escolar, que estudaram a mesma matéria, não tiram as mesmas notas, enfim, sabendo que os humanos tem personalidades diferentes, e que tais coisas colocam até mesmo pais e filhos em total discordância sobre diferentes assuntos, e muito mais coisas que poderíamos citar - já temos a prova que os humanos não são iguais.

Mas, seria bom que uma ciência abalizasse esse fato evidente empiricamente.
E sempre com essa ideia me chegou a solução, temos uma ciência, aceita pela imensa maioria dos cientistas, que nos dá a prova científica de que os humanos não são iguais - é a Teoria da Evolução de Charles Darwin.
A Seleção Natural, base da evolução das espécies, atua exatamente com as diferenças entre os indivíduos de uma espécie, de tal forma que os melhores sobrevivem e os piores desaparecem, provocando uma melhor adaptação da espécie ao meio ambiente e sua evolução para melhor.


O conceito fundamental da seleção natural é que indivíduos com características melhores a adaptação ao meio ambiente tornam-se mais comuns em gerações futuras e que os indivíduos com características piores tornam-se menos comuns.
A seleção natural age de forma que indivíduos com fenótipos favoráveis tem mais chances de sobreviver do que aqueles com fenótipos menos favoráveis.
Devido a isso certas caraterísticas são preservadas devido à vantagem seletiva que conferem a seus possuidores.
Em síntese, os melhores sobrevivem.

Temos então uma evidência científica de que os humanos não são iguais, que somos diferentes um dos outros, e isso é excelente, pois isso trás uma melhoria evolutiva para a espécie.

É um enorme erro tentar acabar com isso, se eliminarmos a individualidade, se forçarmos os humanos a serem iguais eliminando as suas diferenças, iremos interromper o fluxo da natureza, e iremos provocar a estagnação da evolução da espécie.
E isso a longo prazo poderá levar a extinção da espécie.

O socialismo, com sua preferência ao coletivo e inibição do individualismo provou que esse perigo é um fato.
Todas as nações que implantaram o socialismo estagnaram, pararam no tempo, a produção cultural estagnou, a economia estagnou, a alegria desapareceu, o coletivismo levou tais sociedades a falência.

Diante deste fato, é insensatez persistir no erro, a humanidade deve procurar a solução para seus problemas na diversidade dos indivíduos dentro da espécie e da natureza em geral, preservando-a e encontrando formas, métodos, para diminuir os seus defeitos e melhorar suas qualidades.


Qual é a motivação das pessoas que defendem o "somos todos iguais" ?


Por que, diante das evidência contrárias, existem muitas pessoas proclamando com grande ênfase que "somos todos iguais" ?

Vamos rever o que a pessoa que fez o comentário contra disse...

"Somos todos iguais, e devemos deixar nosso egoísmo de lado, pois podemos e devemos querer o mesmo para todos. Temos que entender que não há diferenças. O lema da Revolução Francesa foi um sucesso.
.....
Procure fazer alguma que preste para a sociedade."

Analisar e ver sentido lógico no que essa pessoa diz é algo profundamente penoso, depressivo, precisamos ser fortes para enfrentar isso.


Seres humanos virtuosos...

A pessoa diz que "devemos deixar nosso egoísmo de lado, pois podemos e devemos querer o mesmo para todos".

O que será que essa pessoa entende como "egoísmo" ?

Será que uma pessoa querer trabalhar, se esforçar, produzir, progredir, com a intenção de conseguir ter as coisas que necessita para sua manutenção básica e de seus dependentes, para ter condições de ter uma melhor cultura e laser, para ter uma casa, um carro, um título de clube, móveis, roupas, é ser egoísta ?
Sim, devemos perguntar isso, porque só pode ser isso que a pessoa está classificando como egoísmo.

Porém, o que esse indivíduo ignora é que as pessoas não trabalham e se esforçam porque são egoístas... fazem isso porque não querem depender da ajuda dos outros ou do governo para lhes darem o que elas necessitam para si e para seus dependentes.
As pessoas querem ser livres e donas de seus destinos.


O que passa pela cabeça desse ser virtuoso ?

1. Será que essa pessoa quer que as pessoas trabalhadoras alem de produzirem as coisas que necessitam para si e para seus dependentes... alem disso, tb trabalhem para dar as coisas para outras pessoas que não conseguem por conta própria satisfazer as suas necessidades ?
Então vamos ter que trabalhar para colocar comida dentro da nossa casa e tb vamos ter que trabalhar para por comida dentro da casa do vizinho que não consegue fazer isso sozinho ?
Nos temos carro, o vizinho não tem, teremos que trabalhar para comprar um carro para o vizinho ?
Sob pena de sermos taxados de "egoistas" !

Ou então, o governo tem que dar as coisas ao vizinho ?
Ao vizinho trabalhador o governo não precisa dar nada, mas para o vizinho que não consegue ter sozinho as coisas que precisa o governo tem que dar a ele tudo ?

Mas, e quem vai dar ao governo para ele dar para o vizinho ?
Governo não trabalha...
o governo para dar coisas para alguém vai ter que tirar das pessoas que as produzem !

Então ... alguém terá que trabalhar para sustentar outras pessoas.
Isso é extorsão, exploração pura e simples de quem trabalha e produz.
E se a pessoa extorquida não permitir ser extorquida será taxada de "egoísta" por estes "virtuosos" seres.

Não estou falando de "capitalistas", estou falando do dono da padaria, do marceneiro, do serralheiro, do vidraceiro, etc, das pessoas que tem um pequeno negócio familiar e que pagam impostos, muitos impostos diga-se, para trabalhar e produzirem seu próprio sustento e terem uma vida confortável.
São essas pessoas que são extorquidas para que "todos tenham as mesmas coisas" como quer o nosso "virtuoso" ser.
Mas isso não está certo, não existe justiça nisso.


Os seres virtuosos sonham em ser delicados seres azuis, ou mais ainda, verdes ! Como os vegetais.
Quem sabe sonhem em se alimentar por fotossíntese e assim serão perfeitos ! Não mais tirarão a vida de um ser vivo para se alimentar ! Seria sublime... estariam próximos de serem divinos !


2. Será que passa pela cabeça desse virtuoso ser que a Teoria da Evolução prova que os humanos são diferentes ?
Ele não consegue enxergar que da mesma forma que existe um Neymar no futebol, que está acima dos demais e produz mais que os demais, que isso tb acontece em todos os ramos da atividade humana ?
Será que ele não sabe que em uma grande oficina mecânica existem os excelentes mecânicos, mas tb existem mecânicos regulares, e tb existem os mecânicos meia boca que mais dão prejuízo para o dono do que lucros ? E que os bons mecânicos precisam ganhar mais que os ruins ?
Será que esse virtuoso ser não sabe que entre cortadores de cana existem os que cortam mais e existem os que cortam menos ?
Será que esse virtuoso ser quer que depois de uma semana de trabalho duro o cortador de cana melhor, e que por isso recebe um salário maior, dê uma parte para o cortador de cana pior para que ambos tenham as mesmas coisas ?
Será que essa criatura virtuosa não percebe que se for isso, é muito mais fácil para o cortador de cana melhor não trabalhar com tanto afinco e cortar o mesmo tanto de cana que o cortador pior e assim estarão iguais da mesma forma ?
Alias, é ESSE FATO que acontece no socialismo... é esse mesmo fato que leva as nações socialistas a estagnação e a escassez, pois não existe motivação para ninguém trabalhar com mais afinco, uma vez que terão sempre as mesmas coisas !



DIFERENTES
Darwin mostrou que existem indivíduos diferentes dentro das espécies, e no caso da espécie humana essas diferenças se traduzem em capacidades produtivas diferentes, uns produzem mais que os outros, e devido a esse fato é impossível que todos tenham as mesmas coisas, porque os que produzem mais irão ter mais.


DIFERENTES


E não vai adiantar um governo socialista tirar dos que produzem mais e dar para os que produzem menos, isso só dará solução a curto e médio prazo, a longo prazo não mais existirá o que produz mais, a produção será nivelada por baixo, e virá a escassez.
O socialismo ao bloquear o indivíduo produtivo amordaça a produção e gera a miséria.

E o nosso virtuoso ser continua...

"Temos que entender que não há diferenças. O lema da Revolução Francesa foi um sucesso."

Por que temos que entender ?
Baseado em que fatos temos que entender ?
Nunca apontam...
Ficam apenas na menção despótica.
Ficam apenas na falação de que os humanos devem ser iguais.
Mas como vão ser iguais se está provado cientificamente que são diferentes ?

A revolução francesa foi um sucesso !
De onde ele tirou isso ?
A revolução francesa foi uma das mais sangrentas matanças da humanidade e deu em nada.
Essa afirmação mostra a pobreza de conhecimentos desse tipo de gente.


E para terminar o que ele diz ?

"Procure fazer alguma que preste para a sociedade."

Eis ai a costumeira arrogância de quem se considera um ser superior...


E está ai a motivação desse tipo de gente !
Ele se considera um ser fazendo algo muito importante para a sociedade !

O fato dele ter optado, sem esforço algum, por dizer o que diz sem base lógica alguma, criou nele um "valor", e ele se sente um ser virtuoso abraçado a esse "valor".
E considera a todos que não são como ele pessoas que nada fazem para a sociedade.



Mas em realidade, o que ele faz que preste para a sociedade ?
Nada.
Porque o simples fato de ele dizer o que diz não é traduzido em nada que preste para a sociedade.
O valor que ele criou é falso, vazio, nada produz de bom para a sociedade.
Um hamburgueiro produz mais que ele para a sociedade !
Pois produz comida barata e acessível a todos.

Esse ser que se acha virtuoso produz algo muito ruim, que é alimentar a ideologia daqueles que o usam para trazer opressão e desgraça para a sociedade como o socialismo já trouxe em larga escala no passado recente.

É contra essa ideia gnóstica, fútil e vazia, distante da razão e da lógica, sem conteúdo real algum, mas que, devido a sensação de proximidade com a divindade, possui uma força irracional enorme - contra a qual as mentes livres devem lutar.


Eles sonham em ser superiores...
Para isso querem regredir e ter rabo.



Essa doença espiritual é fruto do progresso, é fruto da melhoria da qualidade de vida, é fruto do conforto que algumas nações conseguiram dar a seus povos.
Como disse Nietzsche, a bravura, o heroísmo, a tragédia grega espelho da realidade, o Dionísio, a sapiência da vida e da luta dos tempos remotos da humanidade foi posta de lado a partir de Sócrates, e em seu lugar surgiu o ser virtuoso, fragil e adepto de falsos valores.


Seres humanos frágeis, gostam mais dos cachorros do que dos da própria espécie...


Os intelectuais são o maior exemplo dessa aberração, eles não existiam no passado, hoje existem aos montes nas universidades do mundo desenvolvido, ganham excelentes salários, leem muitos livros, mas em verdade, poucos deles produzem algo que preste para a humanidade, passam suas vidas fazendo teses e mais teses, que não prestam para nada, são um alto custo para a sociedade e nada de útil devolvem a ela.
Isso gerou neles a doença espiritual, se acham sumidades, mas nada produzem de bom para a sociedade que os tirem do ostracismo do campus, e por isso se revoltam contra a própria nulidade existencial e contra a sociedade que não lhes dá valor, e querem mudar a sociedade criando falsos valores, ideologia, na inútil esperança que isso lhes de o glamour e poder que tanto desejam.


Bundas humanistas... e destes inocentes úteis que as ideologias se servem.
Quando estes tolos se derem conta será tarde, e não mais terão liberdade para fazer suas palhaçadas livremente.

É contra essa gente alienada e frustada, mas desejosa do poder mundano, é que as pessoas lúcidas do mundo terão que lutar, pois são eles o germe da tirania.

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário