A alienação

A alienação

segunda-feira, 5 de março de 2012

As decisões políticas e sociais nas futuras democracias plenas

O estado-nação e os políticos

Sem dúvida o funcionamento das nações seria melhor sem os partidos políticos!
Com toda certeza seria muito menos dispendioso para a população e muito mais fácil a solução dos problemas.

O estado é incapaz de ser provedor, o estado apenas consegue ser consumidor.

A humanidade deveria levar o estado-nação ao mínimo necessário somente para garantir controlada a violência humana e para garantir o direito de propriedade individual.
É esta a única função útil do estado.

Nem a justiça o estado tem a capacidade para executar... a justiça no futuro será feita diretamente pelo povo, voltarei ao assunto mais adiante.
Muito menos o estado tem capacidade de fornecer educação, se existe algo que deve estar muito distante do estado é a educação!
Para evitar a pior inimiga da liberdade, a doutrinação ideológica.
A educação deve ser privada e aberta para todos os país de alunos e pessoas ligadas a educação verem como está sendo feita, a educação deve ser fiscalizada online da forma mais transparente possível, o professor é um ser importante para a sociedade, mas, o que ele diz para os alunos dentro de sala de aula deve ter o conhecimento e a aprovação de toda a sociedade, um professor não pode falar aos alunos o que ele quiser, pois isso não é uma decisão dele, é uma decisão da sociedade, o professor não pode usar a sala de aula para enfiar ideologia na cabeça dos alunos como atualmente está sendo feito no Brasil, este é o maior dos males para uma nação, uma educação destituída de valor educacional.

O estado deve apenas representar a nação, e para que exista o estado, forçosamente terá que existir a nação, pois caso contrário não existe razão para a existência do estado...
A razão disso é que não existirá identidade nacional, e a falta dela sempre leva a violência e a guerra civil, um exemplo são os bascos na Espanha, uma nação dentro de outra, isto não funciona e será eternamente um foco de discórdia.
A mesma coisa existe no Brasil em outros termos, a Bahia é uma nação, a nação dos baianos, o RGS é outra nação, a nação dos gaúchos... só darão certo em um estado federativo com total liberdade política.

O município, área urbana e rural, a base da sociedade

A vida dentro das nações existe dentro das cidades (municípios), então é nelas que deve estar o centro de controle administrativo e não em uma capital central onde as pessoas estão distantes da realidade de cada cidade e a corrupção, devido ao isolamento e ao poder central, tem facilidade para ser praticada.
O controle da vida do município deve estar estritamente dentro do município.

As decisões nacionais

Porém, uma nação precisa saber a opinião de seus cidadãos sobre os diversos assuntos nacionais, atualmente isso é resolvido com a eleição de um representante, filiado a um partido político e que irão se reunir em um Congresso de senadores e deputados.
Este é o grande entrave das nações, os políticos, isto é o que emperra o desenvolvimento das nações e as levam a falência e a guerras
A sociedade teve até hoje os políticos como um mal necessário, sem eles como seriam tomadas as decisões ?
Congressos, Senados, Assembléias, são instituições que desaparecerão no futuro.


A grande transformação tecnológica

Entretanto, na atualidade, uma transformação decisiva da situação esta em andamento... a médio prazo todos os eleitores atuais terão capacidade de votar diretamente sem precisar de representante!
Através da Internet, toda e qualquer questão poderá ser posta em votação nacional, e todos votarão sem sair de casa, ou até mesmo através do celular.
Isto será a maximização da democracia pela tecnologia.
As nações não precisarão mais de Congressos, senadores, deputados, vereadores, tudo será votado diretamente pela população.

Exemplos práticos

Por exemplo a questão do uso de sacolinhas de supermercado, nesta nova estrutura quem vai decidir sobre o assunto não vão ser os donos de supermercados em acordo com políticos... quem vai decidir será toda a população através de votação direta nacional.
Cada cidadão com direito a voto terá seu titulo eleitoral online, com código de segurança, e entra no sistema via Internet e vota primeiro para escolher as possíveis opções, e depois de decididas as opções todos votam na que acharem correta.

Por exemplo as pessoas poderiam escolher as seguintes opções no caso das sacolinhas.

1 - continuar a usar sacolas plásticas.
2 - substituir sacolas plásticas por sacos de papel fornecidos gratuitamente.
3 - substituir sacolas plásticas por sacos recicláveis fornecidos gratuitamente.
4 - substituir sacolas plásticas por sacos de papel pagos pelo consumidor.
5 - substituir sacolas plásticas por sacos recicláveis pagas pelo consumidor
6 - Os consumidores devem levar suas próprias sacolas.

A nação inteira votaria nestas opções, a que tivesse maioria seria aplicada.

As enquetes que os jornais e revistas online fazem atualmente são precursoras do futuro sistema de votação online onde todos os cidadãos com direito a voto poderão participar votando.


Votação direta também na justiça

Na questão da justiça toda decisão importante iria para júri popular, e o júri popular seria toda a nação e não apenas 12 pessoas, todos os cidadãos com direito a voto judicial (condição essa a ser decidida também pela nação) daria seu voto na decisão.
No futuro, em uma democracia plena, os tribunais não serão mais necessários, tudo será decidido no juri popular online, que será soberano na nação.


Por exemplo a questão do assassinato da menina Eloá, o processo seria feito por justiça privada para apresentar provas e acusações em aberto no sistema online, e em seguida todos com direito a voto votariam.
Mesma coisa com o caso do terrorista italiano, condenado na Itália por assassinato, ao qual o governo brasileiro deu abrigo, esta decisão não seria do governo, esta decisão seria do povo brasileiro, pois é o povo do Brasil que o está acolhendo e não o partido político no governo, não seria também uma decisão do STF (que nem existiria), mas sim uma decisão de toda a nação através do voto direto online.

Votações setoriais --> preparação para votação geral

Nos municípios tudo seria decidido pela população por votação setorial dos moradores no município, por exemplo a construção de uma escola, todo o processo seria decidido passo a passo pelas pessoas com direito a voto na área de educação.
No final, seriam apresentadas as opções viáveis para votação de
toda a população da cidade, uma vez que toda a população iria contribuir aos custos de construção.

Todos os problemas que fossem surgindo nas mais diversas áreas seriam também decididos por votação direta online da população.

Característica do sistema

Em resumo o sistema seria um sistema de filtro onde todos do setor poderiam dar opinião, cada rodada de opiniões submetida a votação setorial, até chegar as opções finais, que seriam colocadas para votação de toda a população com direito a voto.
A Internet é a maior força democrática jamais inventada, e através dela a democracia poderá se tornar plena.


Uma mudança radical na sociedade

Esta transformação será uma das maiores transformações sociais de toda a história da humanidade !
Pela primeira vez existirá na humanidade uma democracia participativa e direta.


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário