A alienação

A alienação

quinta-feira, 15 de março de 2012

Doutor da USP coloca a filosofia de Platão no âmbito do Racionalismo e diz que Platão usou a matemática para compor a sua obra "República" !

O jornal ESTADÃO em sua edição online iniciou um blog com o nome "FILOSOFANDO COM OS ANIMAIS", quem escreve é um doutor em filosofia da USP.

Em seu artigo "ÉTICA ANIMAL" o doutor da USP inicia dizendo o seguinte:

A tradição consagrada da filosofia ocidental, que influenciou toda a nossa maneira de pensar, é fortemente marcada pela orientação racionalista que encontra na matemática, e nas ciências exatas nela baseadas, o seu modelo de verdade; algo que foi exemplarmente exposto por Platão na obra A república, em que as matemáticas (geometria e aritmética) dão acesso ao mundo verdadeiro das Ideias eternas, arquétipos deste mundo sensível, temporal, de sombras.
A aritmética e a geometria conduziriam à verdade, pois ocupar-se-iam com aquilo que é fixo e nunca se transforma.
A faculdade humana de razão e o mundo diante de nós harmonizar-se-iam na revelação metafísica das coisas, para além das imagens transitórias delas.
A faculdade racional, parte boa da alma em oposição aos sentimentos que nos fragilizam, segundo o próprio Platão, deve reger a estes, e desse modo conduzir-nos ao sentido das coisas.
Em realidade tem-se já aqui uma ordem numérico-espacial da natureza que poderia perfeitamente ser pensada como um primeiro esboço da chamada matemática universal.


O restante está no link abaixo:

http://blogs.estadao.com.br/animal-reflexao/etica-animal/#comment-10


Isto é uma coisa fantástica!
Platão era racionalista!

Platão em sua filosofia SUPÔS que existam dois mundos:
- o mundo das idéias, que seria perfeito, de onde todas as coisas derivam.
- e o mundo dos fenômenos, o mundo material em que vivemos.

Muito bem, ótimo, mas, isto é algo racional ou é uma suposição idealista impossível de ser comprovada por qualquer área da ciência ?
Como poderíamos provar racionalmente ou matematicamente que existe um "mundo das idéias" onde tudo é perfeito ?
- Não podemos provar isso.
Isso é uma especulação filosófica sem nenhuma base científica ou racional.

Então, de onde o doutor uspeniano tirou a sua opinião de que isso faz parte do racionalismo ?
- Não se sabe...
A USP na área de humanas, em especial na sociologia, filosofia, história e geografia é dominada por "intelectuais" marxistas que atuam no campo da alienação humana, e talvez por isso tenhamos este absurdo acima.
E se existir alguma "fonte" na qual o doutor está se baseando para dizer esses absurdos, ela também tem origem na alienação ideológica socialista que reside em um plano fora da realidade transcendente.

Para completar o doutor uspeniano diz que em sua obra "República" Platão usou aritmética e geometria !
Isso é espetacular!

Ou seja, pára o filósofo uspeniano no "Mito da Caverna" Platão não usa o diálogo socrático, usa aritmética !
E na imaginação da sua "cidade perfeita" governada por sábios aristocratas Platão usou a geometria em vez de ideologia !

E quando Platão em nome das suas alucinações foi para a Magna Grécia, mais precisamente para o reino de Siracusa, onde estava o seu discípulo e amigo Dion, que pertencia a família real, com a intenção de implantar na prática a sua suposta sociedade perfeita... Platão não estava usando a política e a sua ambição de se tornar um benfeitor da humanidade criando uma sociedade perfeita para os humanos !
Segundo o doutor uspeniano ele estava usando a matemática !
Teria sido bom se assim fosse...
Pois como a matemática é uma ciência exata com certeza não teriam acontecido todas as desgraças que o utópico projeto de Platão causou em Siracusa. [ver referências]

Em Siracusa Platão e Dion causaram a maior das confusões, ódios se acirraram e crimes foram cometidos, Dion, como não poderia deixar de ser de todos aqueles que se acham com a capacidade de edificar uma sociedade perfeita, foi assassinado, e Platão, foi preso e vendido como escravo... para sorte dele quando foi despachado para a Grécia foi comprado por amigos que o libertaram em seguida, dai para frente Platão ficou quieto na sua Academia já com o gosto amargo da realidade na cabeça ficou sabendo que na prática a teoria é outra !

Com isso, concluímos que a filosofia da USP está formando doidos... gente que não tem noção do que fala, gente que a última coisa que sabe é filosofia.
E o mais trágico é que um dos maiores jornais do país o coloca como "filósofo", e muitos dos leitores, comentam o artigo o classificando como "ótimo texto" !

Pobre da filosofia nas mãos desses alienados...


Referências:

Dion The Savior of Syracuse
(409 - 354 B.C.)

http://www.e-classics.com/dion.htm

Plato's first visit to Syracuse
http://www.livius.org/sh-si/sicily/sicily_t20.html

Seventh Letter (Plato)
http://en.wikipedia.org/wiki/Seventh_Letter_(Plato)

Biography of Plato
http://biography.edigg.com/Plato.shtml


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário