A alienação

A alienação

domingo, 24 de junho de 2012

Democracia socialista: Argentina, Brasil, Equador, Uruguai e Venezuela, estão dando mais um exemplo de como é a "democracia de socialistas"

MANCHETES DE JORNAIS BRASILEIROS

Mercosul suspende Paraguai da próxima cúpula do bloco
Encontro começa nesta segunda-feira; países condenaram ‘ruptura da ordem democrática’

24 de junho de 2012
REUTERS
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,mercosul-suspende-paraguai-da-proxima-cupula-do-bloco,890988,0.htm

Mercosul aplicou punição política ao presidente do Paraguai, avalia Itamaraty
Calendário da sanção estabelecido em costura no Itamaraty coincide praticamente com o fim do mandato do atual presidente paraguaio

24 de junho de 2012 | 17h 56
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,mercosul-aplicou-punicao-politica-ao-presidente-do-paraguai-avalia-itamaraty,890985,0.htm

Chávez suspende envio de petróleo ao Paraguai e retira embaixador em Assunção
Medida da Venezuela é primeira sanção comercial enfrentada por novo governo paraguaio.

24 de junho de 2012 | 16h 06
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,chavez-suspende-envio-de-petroleo-ao-paraguai-e-retira-embaixador-em-assuncao,890957,0.htm

Paraguai será afastado do Mercosul e da Unasul até eleições presidenciais em 2013
Fernando Lugo diz ter sofrido golpe parlamentar e anuncia ida à cúpula do Mercosul na Argentina

FERNANDA KRAKOVICS
DANILO FARIELLO
COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS
24/06/12 - 8h58
http://oglobo.globo.com/mundo/paraguai-sera-afastado-do-mercosul-da-unasul-ate-eleicoes-presidenciais-em-2013-5301933

25/06/2012 - 14h02
Após impeachment, Dilma discute com ministros 'punições' ao Paraguai
KELLY MATOS
NATUZA NERY

DE BRASÍLIA
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1110184-apos-impeachment-dilma-discute-com-ministros-punicoes-ao-paraguai.shtml

25/06/2012 - 14h17
PT lança nota de apoio a ex-presidente do Paraguai
CATIA SEABRA
DE BRASÍLIA

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1110191-pt-lanca-nota-de-apoio-a-ex-presidente-do-paraguai.shtml

24/06/201214h07
Governo paraguaio busca diálogo para evitar isolamento
......
Canadá, Espanha, Alemanha e o Vaticano reconheceram o novo governo paraguaio sob o argumento de que Lugo aceitou a decisão do Congresso de retirá-lo do poder. Na noite de sábado, Franco disse que pediria que Lugo ajudasse a diminuir as tensões regionais.
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2012/06/24/governo-paraguaio-busca-dialogo-para-evitar-isolamento.htm?utm_medium=twitter&utm_source=twitterfeed


Comentário:

No episódio recente da deposição do presidente do Paraguai pelo Congresso paraguaio, que nesse ato seguiu as leis vigentes no país, e tendo como motivo os episódios de desordem e descontrole social que estavam continuamente acontecendo no Paraguai, os países comandados por socialistas da América do Sul deram mais uma vez demonstrações de como pensam e agem, mais uma vez estão tentando interferir nos assuntos internos de uma nação soberana, da mesma forma que fizeram em Honduras o ano passado, como o vice-presidente não é socialista os socialista sul-americanos não aceitam sua nomeação, apesar de ela ter sido feita de forma democrática, por um órgão soberano da nação com poderes para fazer isso, o Congresso, e de acordo com as leis paraguaias.

Quando os socialistas brasileiros fizeram o impeachment do Collor todos os socialistas da América do Sul elogiaram a democracia que permitiu isso, mas agora, como é um socialista que está sendo posto para fora, eles usam o já costumeiro chavão de que "foi golpe".

É mais uma confirmação do ditado bem conhecido sobre o tema:
"Quando socialistas tomam o poder é revolução, quando socialistas saem do poder é golpe".

Ainda bem que 3 grandes democracias, Canadá, Espanha e Alemanha, já reconheceram o novo governo paraguaio e com isso desmentem as alegações dos socialistas sul-americanos.


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário