A alienação

A alienação

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Desconfio de todos os ativistas idealistas, mesmo que não lucrem financeiramente com seus ideais, pois nestes o lucro está no ego




Estamos na era dos ativistas e dos idealistas!
Todo mundo quer "transformar o mundo"!
Tido mundo quer demonstrar seu altruísmo!

Até os bancos entraram nessa e fazem suas propagandas com o tema "mudar o mundo".
Não que tais seres já não existem a tempos...


Banco Itau -  propaganda direcionada aos jovens.


Nietzsche já falou deles, com sua sabedoria Nietzsche assim se referiu aos idealistas ativistas e revolucionários:

"Podemos dividir os que pretendem uma subversão da sociedade entre aqueles que desejam alcançar algo para si e aqueles que o desejam para seus filhos e netos.
Esses últimos são os mais perigosos; porque têm a fé e a boa consciência do desinteresse.
Os demais podem ser contentados com um osso: a sociedade dominante é rica e inteligente o bastante para isso.
O perigo começa quando os objetivos se tornam impessoais; os revolucionários movidos por interesse impessoal podem considerar todos os defensores da ordem vigente como pessoalmente interessados, sentindo-se então superiores a eles."
 
Podemos também lembrar a opinião de Millôr Fernandes na sua entrevista ao Roda Vida quando lhe perguntaram sobre sua "briga" com Chico Nuarque:

“Eu desconfio de todo idealista que lucra com seu ideal”



Unindo o pensamento de Nietzsche e o de Millôr podemos dizer:

Desconfio de todos os ativistas idealistas, mesmo que não lucrem financeiramente com seus ideais, pois nestes o lucro está no ego, ao se sentirem superiores aos demais por terem intenções "elevados".


Facebook, uma enorme piscina para lavagem de egos.

O Facebook se tornou o maior palco da Terra para a exibição dessas nobres criaturas!

Milhões de fotos contendo uma "frase moral" de todas tipos e para todos os gostos são diariamente "compartilhadas" no Facebook!

E as virtuosas almas que as compartilham ficam satisfeitas quando as compartilham ... porque fizeram a sua "boa ação" do dia!

O Facebook é a maior piscina já inventada para as pessoas lavarem seu ego todos os dias...
O ego fica sujo durante o dia, a noite as pessoas se "lavam" no Facebook, "compartilham" uma foto politicamente correta e pronto!  Estamos com a alma lavada porque mostramos aos nossos amigos o quanto somos bons, piedosos, virtuosos, verdadeiros, corajosos, igualitários, e tudo o mais.

Existem milhões de fotos semelhantes a essas sendo "compartilhadas" 
todos os dias no Facebook!   
E as pessoas não se cansam delas... 
ano após ano lá continuam elas a fazer a mesma inutilidade que não muda absolutamente nada!


Ativistas ateus

Dentre a multidão de idealistas ativistas que hoje existem no mundo vamos destacar um tipo deles, os que são ateístas e fazem ativismo contra as religiões.
Não existe utilidade prática alguma para a sociedade na atividade dessas pessoas, a não ser para elas próprias.

Não existe importância ao ativismo contra religiões, ou ateísta, da mesma forma que o ativismo ambientalista e outros, servem mais como meio de vida dos ativistas do que a sociedade.
As coisas realmente úteis a sociedade não acontecem devido a ativismos, acontecem naturalmente e demoram séculos para se firmarem.
As religiões deixarão de existir quando a maioria dos humanos tiveram conhecimento da realidade, conhecimento científico e histórico, quando isso acontecer não existirão mais fiéis.
Vejamos alguns ícones do ativismo ateu:


Dawkins, se não tivesse o seu ativismo, tivesse apenas a sua ciência, se tivesse dado outra direção ao "gene egoísta", o seu conhecimento teria tido maior utilidade para a sociedade.
Dawkins fundou em 2008 a "Fundação Richard Dawkins para a Razão e a Ciência", uma organização sem fins lucrativos, certamente a fundação não tem fins lucrativos, mas, os que nela trabalham tem, inclusive Dawkins, que cobra caro as suas palestras.

Dennett é um filósofo que se tornou "humanista" e passa sua vida dando palestras e participando de academias culturais, ou seja, vive do seu humanismo.

Chris Stedman é um escritor e ativista norte-americano que serve como o diretor no "Yale Humanista Comunidade" na Universidade de Yale.
Antes foi "assistente jumanista capelão" na Universidade de Harvard.
Escreve para jornais sobre seu ativismo religioso
Stedman diz buscar a "base moral comum entre teístas e ateus" e propõe o diálogo inter-religioso para incluir ateus.
Este também, vive totalmente de seu ativismo.

Sam Harry é escritor e filósofo norte-americano, escreveu o livro "Morte da Fé".
Ainda é jovem, mas, já escreveu seis livros com críticas a religião no EUA, como no EUA existem muitos religiosos tem causado polêmica.

Grayling é um filósofo inglês, já escreveu 30 livros.
É diretor da revista "Prospect Magazine" e frequentemente aparece na midia inglesa.

Button é um filósofo suíço que quer substituir a religião pela filosofia, ele parece desconhecer que foi a filosofia que criou os fundamentos idealistas para o surgimento das religiões com deus caridosos.
Button criou a "The School Of Life", uma escola para ensinar filosofia para uso no dia a dia, uma escola paga onde de onde ele tira seu sustento.

Na humanidade atual povoada por milhões de pessoas vivendo em alienação, distantes da realidade, tais pessoas tem vasto campo de atuação, as milhões de criaturas virtuosos que estão no Facebook precisam delas criarem imagens com frases bonitas e morais para que elas possam "compartilhar" no seu perfil...
A eficácia dessa ação na vida real é zero.


***




Nenhum comentário:

Postar um comentário