A alienação

A alienação

terça-feira, 30 de outubro de 2018

"democracia, como nós a entendemos"


Eu sempre ficava perplexo ao ver socialistas falarem de democracia, mais perplexo ainda eu ficava quando eles diziam que iam "defender a democracia" !

Mas, como pode isso, eu me perguntava ?
Socialistas odeiam a democracia!
Socialistas querem destruir a democracia "burguesa" !e implantar em seu lugar a "ditadura do proletariado", como é em Cuba e foi também na URSS, na China Comunista, em todos países que tiveram a desgraça de serem tomados por essa ideologia.

Haddad esclareceu minha dúvida no seu discurso após a derrota.
Em um trecho ele disse:

"De que a soberania nacional e a democracia, como nós a entendemos, é um valor que está acima de todos nós." .

A íntegra do discurso está em:
https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/noticia/2018/10/28/integra-discurso-de-fernando-haddad-apos-derrota-eleitoral.ghtml?fbclid=IwAR2FwXie3KjFraAesda3300CXhOy0068q6A53MQbkcYPQ_npn6L8aHP9XOA
 


Agora está explicado!

"democracia, como nós a entendemos" ...

Então, as pessoas crédulas que acreditam que o PT, Psol, PC do B e outros socialistas querem democracia estão sendo enganadas !

Eles querem a "democracia deles".

Socialistas jamais quiseram democracia, eles querem destruir a democracia.


***















6 comentários:

  1. Atualmente não é bem assim. Obviamente que os comunistas implementaram a ditadura do proletariado, de má memória, mas hoje quase ninguém defende isso na Europa. Por cá os socialistas ainda falam em social-democracia mas uma democracia não muito social. No entanto ainda temos um Serviço Nacional de Saúde, praticamente gratuito - os brasileiros que por cá trabalham podem comprová-lo - temos ensino publico gratuito para todos até ao 12º anos, livros grátis incluídos, os transportes públicos são altamente subsidiados pelo Estado, quem mais os utiliza são as pessoas mais desfavorecidas economicamente, temos um rendimento mínimo de inserção para pessoas que não tenham rendimentos, temos leis em defesa do ambiente, o aborto não é penalizado, os gays podem casar-se entre eles, temos um Partido Político representado no Parlamento- PAN - que defende o bom trato dos animais e do ambiente e embora haja pessoas mais carenciadas e ainda existem alguns bairros degradados, que são habitados por imigrantes, embora estejam em extinção. E temos paz social. Poder sair à rua sem guarda- costas. E temos eleições livres e democráticas, tanto para o Parlamento como para a presidência da República. Não temos Populismo, felizmente. Não gostaria de viver numa ditadura como esta?

    ResponderExcluir
  2. E temos paz social!? Não, temos 60 mil assassinatos por ano, 45 mil mortes no trânsito por ano, 100 mil crianças mortas por maus tratos por ano, milhares de estupros, milhares de suicídios, no Brasil as casas precisam de grades e cercas elétricas, condomínios se espalham para conseguir um pouco de segurança, e eu poderia relacionar aqui dezenas de outras coisas que garantem que não existe paz no Brasil. Mas, não foi sobre o que vc falou os meus comentários... eu observei que qdo um comunista como o Haddad fala em democracia - ele não está falando da democracia representativa com estado de direito, ele está falando da "democracia" socialista, a mesma que existe em Cuba e na Venezuela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Arnaldo. Esqueci-me de dizer que sou Português, vivo e sempre vivi em Portugal, país que adoro, e embora conhecendo vários países do mundo, não troco este por nenhum outro.

      Eu sei que a realidade Sul-Americana, incluindo a brasileira, são bem diferentes. Nós, quando vivíamos em ditadura, fascista, não eramos violentos mas eramos pobres, muito tristes, sem liberdades - exceto para os apoiantes do regime. Para sair do país necessitávamos de autorização das autoridades, não tínhamos estradas em condições, tínhamos mais de um milhão de emigrantes espalhados pelo mundo, tínhamos quase 50% de analfabetos e guerras em Africa : Moçambique, Angola e Guiné. Além de miseráveis vivíamos com receio de sermos presos pela polícia política sem culpa formada se alguém fosse dizer que você não gostava do regime.

      No dia 25 de Abril de 1974 tudo mudou. Um golpe militar restaurou a democracia. Sem um tiro. Coisa única no mundo.
      E todos os partidos concorreram às eleições : comunistas, socialistas, sociais democratas, partido do centro, de direita e de extrema direita, ninguém ficou de fora. O povo tem sempre escolhido quem quer que nos governe. Se uns não servem na próxima escolhe-se outro. Neste momento é o partido socialista que governa, com o apoio de comunistas e bloco de esquerda e devo dizer-lhe que o povo está contente pois olhando para as sondagens o partido socialista aparece com quase 47% das intenções de voto.

      Amigo, antigamente tínhamos muitos analfabetos e hoje algumas vozes do passado dizem que temos doutores a mais. Mas não é verdade. O saber não ocupa lugar. Os pilares de uma sociedade são Cultura, Tolerância, Justiça, e colocar-mo-nos no lugar do outro. O Brasil, segundo diz, é um país perigoso, onde há muita violência, muitas mortes e muita injustiça social. E já é assim há muitos anos, independentemente de quem vos governa. Então que se passa com o Brasil? Esse país tão querido dos portugueses não tem solução ? Vós, brasileiros, tereis que encontrar a solução, mas sempre com amor e nunca com ódio. Com a razão e sem preconceitos. Desejo tudo de bom para você e para todos os amigos brasileiros. Um abraço de amizade.

      Excluir
    2. Bom dia Verissimo, é um prazer ler seus comentários! Eu já imaginava que vc fosse português devido ao conteúdo da parte inicial do seu comentário anterior. Como vc deve imaginar o nome "Arnaldo" é um pseudônimo, foi necessário pq na época áurea do ORKUT eu tinha uma comunidade "quente" com o nome "Marx é inquestionável!?" Eu a abri com pseudônimo pq já havia recebido ameaça de morte de marxistas, e assim ficou até hj. Eu sou brasileiro, mas, sou descendente de italianos, tenho cidadania italiana, já fui para a Europa, vários países, infelizmente, desci em Madrid e não fui a Portugal...
      Na América Latina existem os que falam língua espanhola, e o Brasil que fala português, são tipos de civilização diferentes, o Brasil é a única "civilização tropical" do mundo. A 50 anos atrás o Brasil não era como é hj... era completamente diferente para melhor, depois, com o surgimento do populismo esquerdista, tanto o Brasil como a Argentina foram destruídos e se transformaram no que são hj.
      De três anos para cá surgiu um movimento na justiça chamado "Lava Jato" que está pondo na cadeia centenas de corruptos, fato inédito! O juiz que deu início a esse processo, Sergio Moro, vai ser ministro da justiça no governo Bolsonaro que se inicia amanhã, tenho muita esperança nesse governo pq vai contra roda a demagogia "politicamente correta" esquerdista, o povo brasileiro está cansado disso e o elegeu.
      Eu sei que Portugal é governado por socialistas... uma infelicidade, na minha opinião, para os portugueses pq o socialismo, está provado ao longo da história, só faz demagogia e criar ilusões fora da realidade, espeto que o povo português faça como o povo brasileiro e um dia tire essa gente do poder.
      Abraço forte amigo de Portugal.

      Excluir
  3. Obrigado, amigo, pela sua resposta. O nosso presidente está aí no Brasil assistindo à tomada de posse de Bolsonaro. O que posso dizer é que desejo tudo do melhor, tanto para vós brasileiros como para nós portugueses e já agora, para todo o mundo. Que pelo menos consigamos manter a esperança de que se construa um mundo melhor para todos. Um forte abraço de amizade.

    ResponderExcluir