A alienação

A alienação

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O "manuscritos econômico filosóficos" atribuídos a Karl Marx não foram escritos por ele, o livro foi escrito na União Soviética em 1932 por "intelectuais" marxistas soviéticos e de outras nacionalidades que fizeram "interpretações" supostamente baseadas em anotações de Marx



Um membro da comunidade do ORKUT "Marx é inquestionável?!" colocou a seguinte questão em um tópico:

"Segundo Marx, no manuscrito econômico e filosófico de 1844 "propriedade privada e comunismo", para se chegar ao "comunismo supremo" deve se passar por uma revolução violenta, um comunismo grosseiro, um massacre para destruir a ganância do ser humano, inclusive chegou a propor até o coletivização das mulheres....
Alguém em sã consciência acredita que isto um dia daria certo??
Para quem quiser ler o manuscrito:"
http://www.marxists.org/portugues/marx/1844/manuscritos/cap04.htm

A minha resposta, separada em duas pates, foi a seguinte:

Sobre este trecho:

"Segundo Marx,no manuscrito econômico e filosófico de 1844 "propriedade privada e comunismo", ..."

Temos que fazer uma importante observação quanto a isso.
Se no link do "marcist org" retornarmos a página inicial para o anos de "1844" vamos ler o seguinte:

Manuscritos Econômico-Filosóficos
Karl Marx
Agosto de 1844
Escrito: entre abril e agosto de 1844 
Primeira Edição: 1932
http://www.marxists.org/portugues/marx/1844/manuscritos/index.htm

Vemos ai que Marx não editou em vida os tais "manuscritos"...
Tais "manuscritos" foram publicados em 1932 na União Soviética, quem na verdade "escreveu" esse texto foram os "intelectuais" comunistas soviéticos, supostamente a partir de rascunhos feitos por Marx em 1844, mas, como o texto é bem organizado, é certo que ele foi "editado" pelos comunistas soviéticos.

Como os comunistas soviéticos eram seguidores de Lenin, que tinha a mentira e a manipulação como principal ferramenta, acredito que nos tais "manuscritos" muita coisa dele Marx jamais tenha escrito, ou, a partir de uma pequena anotação de Marx os comunistas soviéticos deram toda uma "interpretação" que não corresponde ao original.

Todos os escritores fazem anotações manuscritas quando pretendem escrever um livro, depois, analisam todas e formam a idéia que pretendem colocar no livro, que é um texto diferente das anotações, com Marx também foi assim, os rascunhos não eram para serem editados, Marx os usou para escrever o livro "Ideologia Alemã", que foi escrito por ele no ano seguinte, 1845, é nesse livro que Marx colocou as idéias que achou corretas de suas anotações feitas em 1844, o resto ele desconsiderou.
Se quisermos saber o que Marx realmente tinha a dizer em 1844 temos que ler a "Ideologia Alemã" de 1845 [ver nota no final], e não os "manuscritos", nos "manuscritos" está escrito o que os "intelectuais" comunistas soviéticos pensavam em 1932.
Também devemos ler o "Manifesto Comunista" e a "Mensagem da Diretoria a Liga dos Comunistas" escritos por Marx em 1848 que é onde estão - declaradas com toda clareza - as premissas revolucionárias de Marx.

Continuando com o restante do texto:

"para se chegar ao "comunismo supremo" deve se passar por uma revolução violenta, um comunismo grosseiro, um massacre para destruir a ganancia do ser umano, inclusive chegou a propor até o coletivização das mulheres....
Alguém em sã consciência acredita que isto um dia daria certo??"

Isso tudo que Marx disse que tinha que ser feito - foi feito !
E claro, não deu certo.
Tudo que Marx disse que tinha que ser feito, a revolução, as traições, os golpes contra os democratas, os massacres, as matanças, e tudo o mais foi executado pelos marxistas que tomaram o poder em 50 nações do mundo no século XX.

Na União Soviética, na China comunista, no Camboja, na Coréia do Norte, na Ucrânia, no Vietnã, em Cuba, e em mais dezenas de países os marxistas executaram na prática as ordens de Marx e foram massacrados e assassinados milhões de pessoas.
Nos Gulags da URSS, na "revolução cultural" de Mao na China e na "volta ao campo" de Pol Pot no Camboja as idéias de Marx foram postas em prática e milhões de pessoas foram mortas.

E não deu em nada, foi um colossal fracasso.
O comunismo jamais chegou e jamais chegará, pois o ser humano acima de tudo prioriza os seus instintos sexual e de sobrevivência individuais.
E mesmo que o comunismo pudesse existir seria um atrazo pois, segundo a teoria, o ser humano teria que regredir as suas origens, 10 mil anos de civilização em busca de progresso cultural e de um melhor padrão de vida seriam perdidos.

Sobre o texto do link:
http://www.marxists.org/portugues/marx/1844/manuscritos/cap04.htm

Quem já leu Marx consegue perceber que não se trata de um texto escrito pór Marx...
O texto não tem a "alma" de Marx, é um texto simples, Marx dominava a técnica de motivar o leitor com frases típicas dele, Marx tinha um estilo inconfundível que não se vê no "manuscritos" soviético.


Nota. Muita gente, inclusive a wikipédia, ou por ignorância ou por má fé, confundem o termo "manuscrito" usado por Marx no Prefácio do seu "Para a Crítica de Economia Política" que se refere ao manuscrito do seu livro "Ideologia Alemã", que foi recusado pelos editores, com os tais "manuscritos" econômicos e filosóficos lançados na União Soviética em 1932.
Ver o prefácio em:
http://www.marxists.org/portugues/marx/1859/01/prefacio.htm

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário