A alienação

A alienação

domingo, 6 de janeiro de 2013

A "brincadeira" de criança inventada pelo marxismo "cultural"


Vou colocar a seguir fotos em um local chamado “parque” no centro de uma das cidades médias do interior do Estado de São Paulo, nesse parque as pessoas vão passear, andar, correr, e nele também são feitas “reuniões sociais” organizadas pela prefeitura ou por ONGs, onde fazem as suas típicas barraquinhas com bugigangas diversas ou "prestando serviços" para o povo, e também organizam brincadeiras para as crianças.
É a forma que esse ralé encontrou para viver sem trabalhar duro para ganhar o sustento ... vivem as custas de tais "serviços" que prestam em nome, ou da prefeitura, ou de ONGs sustentadas por doações de dinheiro público.
Muitas destas brincadeiras organizadas são “culturais” e as 3 fotos colocadas são para uma dessas brincadeiras infantis “culturais”.
Excetuando quem já viu a ralé atuando nessa “brincadeira” sugiro que os leitores tentem adivinhar que tipo de brincadeira é ?




Adivinharam?
Acho que raros são os que adivinham...

Trata-se de uma “brincadeira” para ensinar regras de trânsito para as crianças, os quadrados são “quarteirões” da cidade e o espaço entre eles são “ruas”, bem.... e nas “esquinas” são colocados sinais de “PARE”, eles fazem tabuletinhas de uns 10 cm de altura e colam o sinal de PARE nelas, outros sinais de transito também são colocados, e eles fazem as crianças andarem pelas “ruas” e obedecerem os sinais....
Eu sei disso porque uns tempos atrás fui no parque e topei com o bando todo lá atuando.
Neste dia notei que apesar da insistência as crianças não gostaram do brinquedo não rsrs
É claro! Que graça tem esse brinquedo ?
Nenhuma.
Crianças não gostam de brincadeiras que não são "do mundo delas".
A cabeça alienada da ralé não consegue entender que crianças humanas gostam de brincar de brincadeiras mais alegres e simples, como pular corda, correr um atrás do outro dando risadas, jogar amarelinha, jogar bola, etc, as crianças ainda não estão preparadas para a estúpida ideologia que querem enfiar na cabeça delas.

O tristonho comunista italiano Gramsci, um dos inventores do marxismo "cultural", escreveu no seu "Cadernos do Cárcere" que tinham que “educar” as crianças para fazerem nascer o “homem socialista” e eles tentam fazer isso, mas, não funciona, só vai funcionar quando tais crianças estiverem na adolescência, e ai então, a “mente revolucionária” aparecerá na cabeça da maioria deles e eles estarão prontos para receberem a lavagem cerebral que lhes será aplicada na universidade pelos “professores” marxistas que proliferam no Brasil.

Esse é só um exemplo entre centenas, milhares, que os “intelectuais” marxistas, a ralé da humanidade, imaginaram para “fazer a cabeça” do povo de todas formas possíveis e inimagináveis, para que assim, depois dessa lavagem cerebral, eles fiquem dopados e atinjam o que Gramsci chamou de “hegemonia”, ou seja, um estado social onde as multidões estejam em letargia e percam totalmente o senso de realidade e estejam assim prontos para aceitar passivamente o socialismo proposto pelo “mestre”.
Segundo palavras de Gramsci, neste estado o "príncipe" (o partido comunista) estaria pronto para dominar as mentes humanas.
Quando a humanidade estiver agindo como um grande rebanho de ovelhas conduzido pelos "sábios intelectuais" socialistas/comunistas, como especificou Karl Marx no Manifesto Comunista, ai então eles poderão "transformar o mundo" de uma vez por todas.

Esse é o plano da ralé da humanidade.
Mas, a realidade, tal qual as crianças no "brinquedo", mais uma vez irá esfregar sua lição na cara suja da ralé e mostrar a eles o quão estúpida são suas cabeças dominadas pela ideologia cega.

***


Nenhum comentário:

Postar um comentário